FINOR - Dúvidas Freqüentes FINOR - Dúvidas Freqüentes

Perguntas Freqüentes

Fundo de Investimentos do Nordeste-FINOR - aplicações sob a forma de ações e debêntures (arts.5º e 9º, da lei nº 8.167/91).

01. O que é o FINOR?
02. Quais os agentes do processo?
03. Quem administra o FINOR?
04. Dentro do processo, quais as funções da DGFI - Departamento de Gestão dos Fundos de Investimentos ?
05. Quem opera o FINOR?
06. Como Banco Operador, quais as funções do Banco do Nordeste?
07. O que é uma Beneficiária?
08. O que é um Cotista?
09. Quem pode, quando e quanto aplicar no FINOR?
10. Quais os tipos de aplicações do FINOR ?
11. Quais as expectativas de uma Beneficiária e uma Investidora?
12. Como é realizado o apoio financeiro do FINOR?
13. Como obter o apoio financeiro do FINOR?
14. Qual a origem dos recursos do FINOR?
15. Como são efetuadas as liberações dos recursos?
16. O que é uma Sociedade Anônima (S/A)?
17. Por que as empresas do FINOR devem ser obrigatoriamente S/As. ?
18. O que é uma ação?
19. De que forma o FINOR subscreve ações das empresas beneficiárias?
20. Quais os benefícios atribuídos às ações subscritas pelo FINOR?
21. O que é uma debênture?
22. Qual a remuneração das debêntures subscritas pelo FINOR?
23. Quando e como ocorre a conversão de debêntures em ações?
24. Os valores relativos às Debêntures Simples ou não conversíveis, com vencimento anterior a 24.08.2000, são passíveis de conversão em ações, ?
25. Os prazos de carência, vencimento final e amortização das debêntures são prorrogáveis?
26. Os valores relativos às Debêntures vencidas são renegociáveis?
27. È possível a renegociação, de que tratam o Decreto nº 2.232/97 e a Portaria nº 229/00, de débitos ajuizados judicialmente?
28. Como ocorre a transferência da propriedade dos títulos subscritos transitoriamente pelo FINOR, com a base no Art.9º, da Lei nº 8.167/91?
29. O que acontece com os benefícios associados aos títulos subscritas pelo FINOR, com a base no Art.9º, da Lei nº 8.167/91, durante o período de transição entre a titularidade do Fundo e a efetiva transferência para as empresas optantes/investidoras?
30. O que ocorre com os títulos subscritos pelo FINOR com a base no Art.5º, da Lei nº 8.167/91?
31. Como é realizada a administração da Carteira de Ações e Debêntures do FINOR?
32. O FINOR é acionista das empresas incentivadas?
33. O que é cota?
34. O que era o Certificado de Investimento - CI?
35. Quando as cotas passaram a ser escriturais?
36. Quando ocorreu o grupamento de cotas do FINOR?
37. O que fazer com os antigos Certificados de Investimentos – CIs?
38. Qual o valor das cotas de um Certificado de Investimentos – CI?
39. É possível que as cotas representadas por Certificados de Investimentos – CI’s não tenham valor monetário?
40. O que fazer no caso de perda ou extravio dos antigos Certificados de Investimentos – CIs?
41. Como adquirir as cotas?
42. Qual o preço da cota?
43. Como utilizar as cotas?
44. Existe possibilidade de resgate de cotas do Fundo de Investimentos do Nordeste - FINOR?
45. Como é procedida a Ordem de Emissão de cotas pela Receita Federal?
46. Quem e como se procede a emissão do Extrato de Cotas do FINOR em favor da empresa optante?
47. Como obter o extrato contendo a posição de cotas?
48. Quais os procedimentos para os cálculos dos valores / quantidades de cotas do FINOR?
49. O que é um Leilão Especial?
50. Qual o outro instrumento de negociação desses títulos?
51. O que são Bolsas de Valores?
52. Quais as exigências a serem cumpridas pela Beneficiária para que suas ações sejam negociadas nos Leilões do FINOR?
53. O que é uma Companhia Aberta?
54. A que se refere o registro disposto na Instrução CVM nº 265/97?
55. Qual a necessidade de registro por parte das empresas beneficiárias do FINOR?
56. Quem elabora o calendário dos Leilões Especiais?
57. O que é o perfil da empresa?
58. Para que servem os perfis da empresas?
59. Como obter os perfis?
60. Como adquirir a publicação “Perfis de Empresas”?
61. Como é feita a seleção das empresas participantes e qual o critério para determinação do preço de venda das ações?
62. Como é feita a liquidação dos Leilões Especiais?
63. Qual o preço de venda das ações ofertadas nos Leilões?
64. Um investidor poderá ter preferência para compra de ações no leilão, ou deverá participar dos lances de oferta?
65. Qual o valor mínimo do lance?
66. Caso não haja oferta pelo valor mínimo estabelecido, é possível serem adquiridas pela melhor oferta abaixo desse mínimo?
67. As ações ofertadas em um leilão poderão ser relançadas em outro?
68. Como se calcula o nº de cotas necessárias à liquidação das operações dos Leilões?
69. Como é feita a transferência das ações negociadas nos Leilões Especiais?
70. Qual o valor mínimo do lance? 
71. Caso não haja oferta pelo valor mínimo estabelecido, é possível serem adquiridas pela melhor oferta abaixo desse mínimo?
72. As ações ofertadas em um leilão poderão ser relançadas em outro?
73. Como se calcula o nº de cotas necessárias à liquidação das operações dos Leilões?
74. Como é feita a transferência das ações negociadas nos Leilões Especiais?