Crédito para Pré-custeio Crédito para Pré-custeio

Objetivo

Financiar a aquisição de insumos, antecipadamente em relação ao ciclo produtivo agrícola a que se destinam.


O que financia

Aquisição de insumos, antecipadamente em relação ao ciclo produtivo agrícola a que se destinam, observado que o instrumento de crédito deve conter a identificação das lavouras a que se destinam os insumos adquiridos, especificando-se o valor correspondente a cada uma delas.

Observação 1: É vedado o deferimento de crédito destinado ao que se segue: a) custeio de babaçu; b) a contratação de pré-custeio para outra modalidade de custeio que não seja o custeio agrícola; c) a contratação de mais de uma operação de pré-custeio por ano safra.

Observação 2: Entende-se por ano agrícola o período que vai de 1º de julho de um ano até 30 de junho do ano seguinte e entende-se por safra cada ciclo produtivo da atividade rural.


Público-alvo

  • Produtores rurais (pessoas físicas e jurídicas, inclusive empresários registrados na junta comercial);

  • Produtores de sementes e mudas de qualquer porte (pessoas físicas e jurídicas, inclusive empresários registrados na junta comercial) inscritos no Renasem;

  • Cooperativas de produtores rurais, em créditos na modalidade à própria ou em créditos diretamente aos cooperados.


Fontes dos recursos

Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE);


Prazos

As operações de pré-custeio terão os prazos, fixados de acordo com o ciclo de cada atividade ou lavoura financiada, de até 24 (vinte e quatro) meses.


Juros*

O proponente deverá escolher uma das seguintes  opções :

a) Taxa de Juros Préfixada :

Porte Encargos financeiros (taxa anual)
Integrais (%) Com bônus (%)
Mini, pequeno e pequeno-médio produtor e suas cooperativas 5,50 5,37
Médio produtor e suas cooperativas 5,82 5,64
Grande produtor e suas cooperativas 6,14 5,91


OU

b) Taxa de Juros Pós-Fixada :

    b.1. Porte Mini, pequeno e pequeno-médio produtor e suas cooperativas :
            - taxa sem bônus : IPCA** + (-0,15% a.a.)
            - taxa com bônus : IPCA** + (-0,28% a.a.)

    b.2. Porte Médio produtor e suas cooperativas :
           - taxa sem bônus : IPCA** +  0,16% a.a.
           - taxa com bônus : IPCA** + (-0,01% a.a.)

    b.3. Porte Grande produtor e suas cooperativas:
           - taxa sem bônus : IPCA** +  0,46% a.a.
           - taxa com bônus : IPCA** +  0,24% a.a.

 

 *Condições atuais do FNE (com vigência de 01/07/2018 a 30/06/2019) sujeitas a alterações.

**IPCA: Taxa correspondente ao Fator de Atualização Monetária(FAM) da TRFC(Taxa de Juros Rurais dos Fundos Constitucionais), conforme descrito na Resolução nº 4.674, de 26/06/2018, a ser calculado de acordo com a metodologia definida na Resolução do BACEN nº 4.673, de 26/06/2018.

 

Bônus de adimplência

Sobre os juros da parcela do crédito com recursos do FNE, incidirão bônus de adimplência de 15%, concedidos exclusivamente se o mutuário pagar as prestações (juros e principal) até as datas dos respectivos vencimentos, calculados na forma da Resolução CMN nº 4.674 de 26/06/2018.


Tarifas e IOF

Conforme a regulamentação vigente.


Garantias

As garantias serão, cumulativa ou alternativamente:

  • Aval;
  • Penhor;
  • Hipoteca;
  • Alienação fiduciária;
  • Seguro rural ou do amparo do Programa de Garantia da Atividade Agropecuária.


Acesso ao financiamento

Com cadastro e limite de crédito aprovados no Banco do Nordeste, basta apresentar a Proposta de Crédito.


Outras informações

O Banco do Nordeste disponibiliza aos produtores rurais as seguintes modalidades de contratação para pré-custeio:

  • Crédito com Renovação Automática para Custeio (Planta Nordeste);
  • Crédito sem renovação automática (modalidade convencional).