Estudos e Pesquisas Estudos e Pesquisas

Além de elaborar, promover e difundir conhecimentos técnicos, científicos e estratégias, o Banco do Nordeste, através do seu Escritório Técnico de Estudos do Nordeste planeja, formula, coordena e avalia políticas e programas. O objetivo é subsidiar a ação do Banco e da sociedade na busca do desenvolvimento sustentável do Nordeste, Norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.

Informações Informações

Voltar

Comércio exterior no Nordeste registra crescimento nos sete primeiros meses de 2021

Bahia foi responsável pelos maiores volumes de importação e exportação

Salvador (BA), 23 de agosto de 2021 - As exportações nordestinas foram beneficiadas pelo aumento dos preços de commodities como grãos, derivados de petróleo e minérios. É o que aponta o estudo elaborado pelo Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (ETENE) do Banco do Nordeste. No acumulado até julho de 2021, as exportações totalizaram US$ 11,54 bilhões, o que representa crescimento de 26,5% relativo ao mesmo período de 2020.

A análise por setores de atividades econômicas na região mostra que todas as categorias registraram crescimento nas vendas, no acumulado do período, em comparação a 2020. As exportações do setor Agropecuário, 26,6% do total exportado, cresceram 45,8% (+US$ 963,3 milhões), devido, principalmente, ao crescimento nas vendas de soja em 46,5% (+US$ 683,4 milhões).

A Bahia foi o Estado com maior participação nas exportações da região (46,4% do total), puxada também pela soja. Com US$ 5,3 bilhões em valor exportado, a soja responde por 17,6% deste total, com cerca US$ 1 bilhão acumulado no período, com destaque para o município de Luís Eduardo Magalhães.

Já as importações nordestinas somaram US$ 12,34 bilhões, acréscimo de 41,5%. Segundo os pesquisadores, o aumento das importações nordestinas se deve ao crescimento das aquisições de bens intermediários e de combustíveis e lubrificantes, que representaram 62,7% e 25,7%, respectivamente, do total das compras externas da região no período analisado.

A Bahia somou US$ 4,2 bilhões até julho de 2021, seguido por Pernambuco, com US$ 3,3 bilhões, e Maranhão com US$ 1,8 bilhão. O aumento de 51,7% nas aquisições externas baianas também foi motivado pelos acréscimos nas compras de bens intermediários (+52,7%) e combustíveis e lubrificantes (+230,1%) que representaram 75,9% e 14,1%, respectivamente, da pauta importadora do Estado no período de janeiro a julho. Salvador e região metropolitana absorveram 72,9% do total das importações baianas.

 

Comércio exterior

O BNB oferece a pessoas físicas e jurídicas produtos de crédito desenvolvidos para apoiar o comércio exterior. O Adiantamento sobre Contrato de Câmbio (ACC) e o Adiantamento sobre Cambiais Entregues (ACE) podem ser realizados com valores a partir de US$ 30 mil e têm o objetivo de prover suporte financeiro à exportação, mediante o adiantamento de recursos em moeda nacional, total ou parcial, dos valores equivalentes em moeda estrangeira das vendas a prazo realizadas no exterior.

Com o ACC, o exportador pode adiantar o valor total ou parcial do contrato de câmbio antes que a mercadoria embarque para o exterior, ou que o serviço seja prestado. Já o ACE possibilita ao exportador receber a antecipação de recursos em moeda nacional, após o embarque da mercadoria. Ambas as operações são isentas do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).

O BNB ainda possui o produto Nordeste Exportação, linha de crédito em moeda nacional para fomentar a exportação da produção industrial e agroindustrial e atividades comerciais das empresas de todos os portes sediadas em sua área de atuação. O programa Nordeste Exportação - Fomento às Exportações Regionais (NExport) financia até 100% do valor das necessidades de crédito, limitadas a R$ 200 milhões, de acordo com a localização e o faturamento anual dos empreendimentos.

Para o segmento de importação, o Banco do Nordeste oferece o Finimp, financiamento no qual a instituição repassa recursos de linhas externas ao cliente importador, destinada ao pagamento de compromissos no exterior para fornecedores de mercadorias ou prestadores de serviços.

Entre os serviços específicos de câmbio, o BNB operacionaliza transferências financeiras do e para o exterior, cobrança de importação e câmbio pronto de importação e de exportação. Nessas operações, o câmbio pode ser fechado com o Banco do Nordeste, o que possibilita ao cliente receber ou pagar os valores correspondentes em moeda nacional diretamente na sua conta corrente.

As informações sobre os produtos e serviços voltados ao comércio exterior estão disponíveis no portal da instituição. Pelo site, também é possível solicitar crédito.