Centro Cultural Fortaleza - Música Centro Cultural Fortaleza - Música

Espetáculos ao vivo de música instrumental e vocal em todos os gêneros musicais.

 

MÚSICA
AGOSTO/2017

 

CARDÁPIO MUSICAL

 

Pontualmente às 12h, no intervalo do trabalho, hora de relaxar e repor energias, o programa tem por objetivo uma ação performática capaz de proporcionar ao público presente, diferentes aspectos da apreciação musical com perspectiva na formação de plateia, lazer, informação e interação. As ações deste julho, mês de festividades voltadas para as comemorações de aniversário do BNB e nosso Centro Cultural, estarão voltadas para os gêneros genuinamente nordestinos onde a sanfona será homenageada.

 

Doce de Flautas

Dia 04, sex., às 12h

 

A atividade do grupo se expressa pelo repertório artístico de qualidade e diversificado, centralizado na família da flauta doce-sopranino, soprano, contralto, tenor e baixo – acompanhada de percussões e violão. Formado por alunos do curso de licenciatura em Música da UECE, o grupo traz os gêneros consagrados da música brasileira como maxixe, marcha-rancho, samba, baião e, assim, estimula a sensibilização artística e a experiência de fazer musical coletivo por meio da performance.

 

Jorge Cardoso

Dia 11, sex., às 12h

 

Bandolinista e compositor estudou bandolim popular com os professores Elismar Pontes, Marco César, diplomou-se na Itália em bandolim clássico no Conservatório Giuseppe Verdi com o maestro Ugo Orlandi. Possui mestrado em musicologia (UNB) e é doutorando (UFC) na linha de pesquisa Educação, Currículo e Ensino, eixo temático de ensino da Música. Tem vasta discografia e realiza palestras e concertos em vários países.

 

Trio Cantares

Dia 18, sex., às 12h

 

O grupo formado por Luciana Gifoni (voz e flautas), David Calandrine (violão) e Luizinho Duarte (percussão) traz ao público a música irreverente, ousada e moderna do artista cearense Ramos Cotôco, que contou e cantou a Fortaleza da virada do século XIX para o XX, com muito humor e perspicácia. O espetáculo chamase “Cantares de Cotôco”, um repertório de domínio público com arranjos inéditos escritos pelo Trio Cantares, como as músicas “Gosto esquisito” e “O Bonde e as moças”.

 

Folk – Canções de Antigas Novidades

Dia 25, sex., às 12h

 

Inicialmente criado como um quarteto feminino, o Folk retomou as atividades em 2016 sob a forma de coro feminino, destacando a voz e a presença da mulher como contadora e cantadora das histórias e poesias da música “folk” (de folk lore- sabedoria popular - é música feita pela sociedade e passada culturalmente pelas gerações). No mês dedicado ao folclore, o grupo disponibiliza outros ambientes musicais para que o público elabore cada vez mais o gosto e a apreciação musical. Direção musical, artística e regência: Carlos do Valle.

 

 

LETRAS & MÚSICAS – Jazz em Cena

 

A temporada de ações promovidas pelos concertos do “Jazz em Cena” tem como foco apresentações capazes de atrair o público, pelo diferencial, pela qualidade, pela consistência, pela oportunidade de conferir, em Fortaleza, apresentações em tributo a nomes históricos do jazz, chance habitualmente presente apenas em outras grandes capitais internacionais ou, ainda de modo apenas eventual, em poucas capitais brasileiras.

 

Cristiano Pinho – “Jazz e Algo Mais”

Dia 12, sáb., às 19h

 

No show “Jazz e Algo Mais”, Cristiano Pinho empresta sua Gibson, de timbre, rítmica e fraseado pessoalíssimos, a um repertório variado, entre temas que marcam sua memória afetiva, incluindo composições populares em diversas searas musicais. Todas elas foram revisitadas por uma abordagem jazzística, ressaltando a liberdade de arranjo, a criação no momento e no palco, o generoso espaço para a improvisação. O mestre da guitarra estará ao lado de outros grandes instrumentistas da cena cearense: Miqueias dos Santos (contrabaixo), Vitorio Cavalcante (bateria) e Jones Cabó (percussão).

 

Jazzera – “Tributo a Paquito D’Rivera”

Dia 26, sáb., às 19h

 

O Jazzera apresenta o show “Tributo a Paquito D´Rivera”, especialmente preparado para o público do Jazz em Cena. Uma seleção especial de diversas fases da obra de Paquito, incluindo temas como “Guataca City”, “A night in Englewood”, “Lorenzo´s wings”, “Christmas without you”, “Bluellespie”, “La dama y el vagabundo” e muito mais. Um tributo especialíssimo, ressaltando a importância do artista para o universo do jazz contemporâneo. O grupo é formado pelos músicos Lúcio Mário (flauta e clarinete), Marcelino Ferreira (guitarra e violão), Wagner Ferreira (contrabaixo) e Rafael Teixeira (bateria).

 

 

LETRAS & MÚSICAS – Seis & Meia

 

O Letras & Músicas abre espaço para uma nova versão com shows que prometem marcar pela ousadia e pela criatividade, tanto na seleção do repertório quanto dos artistas convidados para cada espetáculo, buscando democratizar cada vez mais o acesso à excelência da cena musical nordestina.

 

Mandingueiros Intergalácticos

Dia 23, qua., às 17h30

 

O Grupo vem desenvolvendo sua forma muito própria e singular de fazer samba e outras cantigas de terreiro. Suas apresentações costumam criar uma energia pulsante, gerada pela firme pegada de sua percussão, pela saliência das cordas e elementos ritualísticos presentes nos encontros. A ousadia de sua proposta vem da versatilidade do repertório que caminha pelo universo plural da música de matriz africana e brasileira, com sua diversidade rítmica e harmônica, e revelam um envolvente fraseado melódico, o que conduz a energia da roda a uma esfera intensa e bela.

 

De Cantigas e Romances

Dia 23, qua., às 19h

 

Nascido em Fortaleza, o cancionista Eugênio Leandro considerasse um limoeirense do Vale do Jaguaribe, onde até hoje vive sua família. Nos seus primeiros 20 anos, lá conviveu com mestres da cultura popular, iniciando-se na música, no cordel, no conto, artesanato e te atro. Autor de 5 discos solos, um instrumental, também lançou livros de contos e infantis. No show "De Cantigas e Romances", interpreta cantigas próprias, com seus diversos parceiros, e de compositores e cantadores populares, que povoam o imaginário da canção nordestina e brasileira.

 

 

AÇÃO HIP HOP

O programação Hip Hop trabalha as artes integradas inerentes à cultura Hip Hop.

O grafite, o hip hop, a poesia, o rap e a dança break são as principais ações que ocorrem, tanto nas dependências do CCBNB como na Praça do Ferreira, tendo a música como o pilar principal de difusão e fio condutor da proposta de inspirar a juventude.
Através de shows de rap e dança, batalhas de Mcs, encontros de danças urbanas, desenvolvidas e ministradas por artistas populares de Fortaleza, estes jovens oriundos da periferia narram suas histórias de vida, inspirando pessoas a acreditarem em seus sonhos e buscarem realizá-los, fundamentados no poder do conhecimento adquirido na educação formal e na sua vivência cotidiana, usando a arte com ferramenta de impacto social.

 

Ação Hip Hop – Dia 05, sáb, de 17h às 20h

Formato: All Style – Dança VS Dança – 2vs2 – 32 vagas

 

Nesta modalidade há espaço para todos os estilos de dança, como Popping locking, Dança contemporânea, Break e outros estilos. Com inscrições realizadas no CCBNB, 32 duplas fazem parte da edição. Grupo convidado: Efeitos de Fé Crew – Lagoa Redonda

DJ: Tartaruga

Host: Taurus

 

Ação Hip Hop

Dia 26, sáb., de 14h às 17h – Praça do Ferreira

 

Batalha de MCs – MCs 1VS1 – 32 vagas

Abertura: Sarau – Inscrição no Local

 

Espaço que contempla novatos e veteranos MCs rimadores presentes na ação, formando assim uma roda de rima livre. Formato: Freestyle – Rimas livres e improvisadas Grupo convidado: Epopeia MCs

DJ: Willian

Apresentador: Felipe Rima e Pedro Vilão

Curadoria: Batuque do Coração