Pular para o conteúdo

Sala de Imprensa

 
 

Voltar

Banco do Nordeste apoia projetos esportivos com crianças do Ceará, Piauí e Minas Gerais

Fortaleza, 20 de janeiro de 2017 – Um projeto de futsal a ser implementado no Ceará, um de atletismo no Piauí e outro que incentiva diversas modalidades esportivas em Minas Gerais. Em comum entre eles, a inclusão social de crianças e adolescentes de baixa renda e o apoio do Banco do Nordeste, que destinou o montante de R$ 923 mil às três iniciativas, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte (nº 11.438/06).

Os projetos são aprovados pelo Ministério do Esporte para captação de recursos. O Banco do Nordeste selecionou iniciativas de caráter social inclusivo nas modalidades de educação e participação. São considerados critérios como a relevância social para a localidade, o tempo de permanência das crianças e adolescentes no projeto e a quantidade de beneficiários.


“O objetivo da atuação do Banco do Nordeste com apoio financeiro a projetos esportivos, por meio de incentivos fiscais, no âmbito da Lei de Incentivo ao Esporte é incentivar o desenvolvimento físico, psíquico e social por meio do esporte para crianças e adolescente em situação de vulnerabilidade social em nossa Região, em consonância com sua Política de Responsabilidade Socioambiental. Para esses jovens e suas famílias, essa ação representa oportunidade de aprendizado  e convivência saudáveis, reduzindo o risco de marginalização social por meio da inclusão no processo de desenvolvimento", destaca o superintendente de Políticas de Desenvolvimento do BNB, Fran Bezerra.

 

Projetos
No Ceará, o contemplado é o projeto Futsal Social. A Confederação Brasileira de Futebol de Salão recebeu R$ 473 mil para incentivar a prática da modalidade para melhoria da qualidade de vida e inclusão social pelo esporte. Serão atendidas 1.190 crianças e adolescentes em Fortaleza e há, ainda, a possibilidade de extensão da iniciativa a outros municípios do Nordeste.


O Circuito Kids de Atletismo é organizado pela Federação de Atletismo do Piauí, em Teresina, e pode ser ampliado a outros municípios da Região. O Projeto recebeu R$ 150 mil para atividades em diferentes provas de atletismo, que beneficiará cerca de 1.200 crianças de 6 a 12 anos.


O apoio do Banco do Nordeste ao projeto Esporte, Educação, Um pacto Campeão II, de Itamarandiba (MG), foi de R$ 300 mil. A iniciativa está em sua segunda etapa e incentiva a prática de basquete, boxe, capoeira, futebol 7 society, futsal, handebol, jiu-jitsu, peteca, taekwondo, tênis de mesa e vôlei. O Centro Social Mali Martins atenderá, com os recursos doados pelo Banco do Nordeste 307 crianças e adolescentes.


O Banco do Nordeste destinou, no período de 2009 a 2016, R$ 7,9 milhões a 43 projetos de incentivo ao esporte. Foram beneficiados cerca de 25 mil jovens de baixa renda em sua área de atuação.


Desculpe nossa interferência, mas seu navegador não suporta a tecnologia utilizada neste portal.

Procure atualizar o seu navegador para a última versão disponível ou utilize uma das sugestões gratuitas e modernas listadas abaixo:

Chrome 18 ou +Firefox 19 ou +IE9 ou +
x