Pular para o conteúdo

Sala de Imprensa

 
 

Voltar

Banco do Nordeste lança simulador de parcelas para o FNE Sol

Fortaleza, 24 de outubro de 2016 - O Banco do Nordeste disponibiliza a clientes e interessados o simulador da linha de crédito FNE Sol. A ferramenta permite aos empresários comparar o  atual custo da energia convencional com o valor do financiamento do sistema de microgeração e visualizar as vantagens do investimento e pode ser acessada no endereço eletrônico www.bancodonordeste.gov.br/mpe.

O simulador oferece aos empreendedores referenciais dos valores do investimentos e estimativas das parcelas dos reembolsos. O superintendente de Negócios de Varejo e Agronegócios, Luiz Sérgio Farias Machado, informa que no site também está disponível tutorial com as orientações de como obter o melhor uso da ferramenta.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou ras Resoluções Normativas nº 482/2012 e 687/2015, que permitem acumular crédito relativo ao excedente de energia elétrica produzida e não consumida na conta de energia nos projetos aprovados pelas concessionárias. As concessionárias de energia elétrica exigem a realização e aprovação de projeto específico para a contratação do financiamento.

O FNE Sol, lançado recentemente pelo Banco do Nordeste, financia, com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), micro e minigeração distribuída de energia elétrica com taxas de juros atrativas, prazo financiamento de até 12 anos e carência de 12 meses. Há bônus de adimplência de 15% sobre os juros. O sistema de microgeração pode ser oferecido como garantia do financiamento. O Banco disponibiliza uma cartilha detalhada sobre na página do programa na internet.

O diretor de Negócios Antônio Rosendo Neto Júnior destaca que o FNE Sol fortalece a competitividade das micro e pequenas empresas e contribui para a sustentabilidade ambiental da matriz energética da região. Rosendo acrescenta que o programa financia o sistema de micro e mini geração de energia elétrica fotovoltaica, de biomassa e de pequenas centrais hidroelétricas (PCH) e equipamentos de energia eólica.


Desculpe nossa interferência, mas seu navegador não suporta a tecnologia utilizada neste portal.

Procure atualizar o seu navegador para a última versão disponível ou utilize uma das sugestões gratuitas e modernas listadas abaixo:

Chrome 18 ou +Firefox 19 ou +IE9 ou +
x