Ambiente de Comunicação

Gerente: Evangelina Leonilda Aragão Matos
(evangelina@bnb.gov.br)

Assessoria de Imprensa

Institucional: imprensa@bnb.gov.br

Endereço: Av. Dr. Silas Munguba, 5.700. Passaré
Fortaleza (CE)
Telefone: 85 3299-3301 / 85 3299-3149

Gerente Executivo: Francisco Maxshwell dos Santos de Oliveira
(max.oliveira@bnb.gov.br)


Voltar

Banco do Nordeste premia micro e pequenas empresas potiguares

Natal (RN), 4 de novembro de 2019 – Três empresas das cidades de Alto do Rodrigues, Jucurutu e Natal foram as homenageadas nesta segunda-feira, 4, na entrega do Prêmio Banco do Nordeste da Micro e Pequena Empresa (MPE), realizada na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Natal). As empresas vencedoras foram selecionadas de acordo com os critérios de inovações empregadas no negócio, competitividade, adoção de práticas que visam à redução do impacto ambiental, número de empregos gerados e evolução das receitas após o financiamento. Em 2019, o BNB já contratou R$ 263,3 milhões para o segmento MPE em todo o Estado.         

Uma das premiadas é Fátima Menezes. Sua identificação com o trabalho remete à infância, na zona rural de Jucurutu. Aos 12 anos de idade, ela já fazia saias de crochê para vender na escolinha do sítio onde a família morava. Depois, já na cidade, criou a Del Rayssa, pequena fábrica de lingeries. O relacionamento com o Banco do Nordeste começou em 2007, por influência do marido, Francisco Menezes e, desde então, a empresa não parou mais de crescer.       

Com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), administrado pelo Banco do Nordeste, o projeto mais recente de Fátima e Francisco é o galpão industrial, que está sendo ocupado aos poucos com o maquinário da antiga fábrica, improvisada na residência dos Menezes. A maior parte das peças é vendida em uma das 15 lojas próprias. O casal também adquiriu uma franquia de moda masculina. Juntos, os empreendimentos já empregam mais de 200 pessoas.

“Meu marido costuma dizer que a gente já nasce empreendedor, eu até concordo com isso. Quem fiava o fio e fazia o crochê ainda menina e vê tudo o que construímos. Nunca pensei que chegasse à estrutura que temos hoje. E vejo que posso muito mais. Os sonhos hoje são muito maiores", diz Fátima.

Sobre a nova fábrica da Del Raysa, Francisco Menezes acrescenta que é um sonho acalentado já há muito tempo. “Então, procuramos uma consultoria, entramos com o projeto no Banco do Nordeste e conseguimos os financiamento do FNE. É o melhor recurso financeiro que o empresário nordestino tem.”  

Entrega do Prêmio

Vencedores na categoria Indústria, Fátima e Francisco, também receberam o Prêmio MPE nesta segunda-feira, 4. A solenidade contou com a participação do diretor Financeiro e de Crédito do Banco do Nordeste, Antônio Jorge Pontes Guimarães Júnior, o vice-presidente da CDL Natal, José Cordeiro de Lucena Neto, o superintendente estadual do BNB no Rio Grande do Norte, Jorge Bagdeve, além de representantes de instituições parceiras, clientes e empresários.

Também venceram o Prêmio MPE Carlos Renan Assis De Medeiros, empresário das Casas Potiguar Prime, sediada em Alto do Rodrigues, na categoria Comércio; e Jader Ramalho e Gisele Vicente Ramalho, na categoria Serviço, proprietários da empresa Activesoft Consultoria, instalada em Nova Parnamirim, mas que está de mudança para o Parque Tecnológico Instituto Metrópole Digital, em Natal. A construção do prédio é financiada pelo Banco do Nordeste.

Em toda a área de atuação do BNB, centenas de clientes receberam indicação ao Prêmio MPE pelas agências do Banco. Ao todo, foram premiados 33 clientes, três por Estado do Nordeste, além do Norte de Minas Gerais e Espírito Santo.

Aplicações no segmento

Em 2018, o Banco do Nordeste financiou, em toda sua área de atuação (nove estados da Região Nordeste e norte de Minas Gerais e do Espírito Santo), R$ 2,9 bilhões para o segmento MPE, por meio de linhas de crédito de longo e curto prazos, incluindo produtos que utilizam recursos do FNE. Em 2019, a previsão é de aplicar mais de R$ 3,5 bilhões no segmento. O Banco conta com carteira ativa de mais de 194 mil micro e pequenas empresas.