Pular para o conteúdo

Sala de Imprensa

 
 

Voltar

Bayeux ganha unidade do Crediamigo

Prefeito Expedito Pereira e superintendente do Banco do Nordeste da Paraíba, Wesley Maciel, em ato de inauguração de agência do CrediamigoValores dos empréstimos variam de R$ 100 a R$ 6 mil para os setores formal e informal

João Pessoa (PB), 28 de setembro de 2015 - Quem trabalha por conta própria na cidade de Bayeux (PB) e deseja ter acesso a crédito para aquisição de matéria prima, mercadorias e pequenos equipamentos para o incremento do próprio negócio, já pode recorrer ao maior Programa de Microcrédito Produtivo Orientado da América do Sul, o Crediamigo, do Banco do Nordeste. Uma unidade do Programa foi inaugurada durante a semana na cidade e funcionará em anexo à agência do Banco do Nordeste, na Avenida Liberdade, número 3650, no Centro.

Com taxas de juros que variam de 1,2% a 2%, e com prazos de saldo de quatro a 24 meses, a depender dos objetivos do crédito, o Crediamigo oferece aos empreendedores acompanhamento e orientação para melhor aplicação do recurso, a fim de integrá-los de maneira competitiva ao mercado. A abertura das instalações da nova unidade de atendimento aos clientes ocorreu na última quarta-feira (23), e contou com a presença do superintendente do Banco do Nordeste na Paraíba, Wesley Maciel, do prefeito de Bayeux, Expedito Pereira, além da equipe da agência bancária e demais autoridades daquela cidade.

Os empréstimos iniciais variam entre R$ 100 a R$ 6 mil, mas com a renovação dos empréstimos, os empreendedores podem recorrer ao montante de até R$ 15 mil, a ser investido no seu empreendimento. A abertura do Crediamigo em Bayeux constitui uma ação que visa a promoção do desenvolvimento do município por meio dos setores formais ou informais da economia, tais como o microempreendedor individual, empresário individual, autônomos ou sociedade empresária, que são públicos que o Crediamigo atende. 

O Programa

O Crediamigo é o maior programa de microcrédito produtivo orientado da América do Sul, que facilita o acesso ao crédito a milhares de empreendedores pertencentes aos setores informal ou formal da economia e faz parte do Programa Nacional de Microcrédito do Governo Federal.

Público que pode recorrer ao crédito:

Indústria - Marcenarias, sapatarias, carpintarias, artesanatos, alfaiatarias, gráficas, padarias, produções de alimentos, entre outros;

Comércio - Ambulantes, vendedores em geral, mercadinhos, papelarias, armarinhos, bazares, farmácias, armazéns, restaurantes, lanchonetes, feirantes, pequenos lojistas, açougueiros, vendedores de cosméticos;

Serviços – Salões de beleza, oficinas mecânicas, borracharias.

Para obter um empréstimo, o interessado precisa:

- Ser maior de idade;

- Ter ou querer iniciar uma atividade comercial;

- Para crédito em grupo: reunir um grupo de amigos empreendedores, que morem ou trabalhem próximos e que confiem uns nos outros. Esta união possibilita o "aval solidário", que é a garantia conjunta para o pagamento das prestações;

- Para crédito individual: garantia de coobrigado.

- Documentos necessários: Documento de Identificação com foto, Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e Comprovante de Residência atual.

Vantagens:

- Abertura de conta corrente;

- Créditos escalonados e crescentes;

- Juros baixos;

- Atendimento personalizado no local de trabalho do cliente;

- Orientação empresarial.


Desculpe nossa interferência, mas seu navegador não suporta a tecnologia utilizada neste portal.

Procure atualizar o seu navegador para a última versão disponível ou utilize uma das sugestões gratuitas e modernas listadas abaixo:

Chrome 18 ou +Firefox 19 ou +IE9 ou +
x