Pular para o conteúdo

Sala de Imprensa

 
 

Voltar

Centro Cultural Banco do Nordeste marca mês da leitura com reabertura de biblioteca

Fortaleza, 12 de abril de 2016 – No mês da leitura, o Centro Cultural Banco do Nordeste Fortaleza (Rua Conde D'Eu, 560 - Centro) presenteia o público, no próximo sábado, 16 de abril, com uma programação especial, que inclui a reabertura de sua biblioteca, com um acervo de mais de 17 mil títulos. Além do novo espaço de leitura no Centro da capital, a data será marcada por várias atividades artísticas, como teatro infantil, oficina de arte, caminhada cultural e apresentação musical.

 “A reabertura da nossa biblioteca é grande oportunidade de resgatarmos o contato que tínhamos na antiga sede do Centro Cultural e mostrarmos a beleza do nosso novo espaço”, comenta o gerente de produtos e serviços do Centro Cultural, Murilo Albuquerque.

A biblioteca, devidamente reformada e adaptada ao novo espaço, contará com salas de leitura infantil e coletiva e sala para apresentação de vídeos, além de ambiente voltado para estudo individual. O catálogo de títulos engloba obras nos campos da literatura, teatro e artes visuais. Também há títulos voltados para preparação em concursos públicos. 

Programação

No mesmo dia, também será lançado o catálogo de Darcílio Lima, renomado artista cearense que se destacou por suas obras no período do surrealismo no Brasil. A exposição do artista está aberta à visitação no Centro Cultural Banco do Nordeste Fortaleza até 30 de abril. Haverá também uma mesa de diálogo sobre o artista, coordenada pela consultora cultural do Banco do Nordeste Jacqueline Medeiros.

Fora do espaço, em interação com o projeto Viva o Centro Fortaleza, está programada, na Praça dos Leões, uma ação de duelo entre hip hop e emboladores de coco e exposição de cordel.

Confira a programação completa:

10h - Cine Literatura - Obras da literatura nordestina mostrada em filme

História/Patrimônio - HISTÓRIA PASSO A PASSO

13h Caminhada Cultural Pelo Centro Histórico de Fortaleza. 240min.

Atividades Infantis

14h Oficina de Arte – Arte em Família. 60min. Uma experiência artística com jogos e brincadeiras educativas, a partir das exposições em cartaz, para as crianças e seus acompanhantes. 60min.

15h Teatro Infantil – O Menino e o Mundo. 60min. Grupo Alumiar Cenas e Cirandas (Fortaleza-CE) A história se passa em uma casa de quatro varas, reboco ainda molhado, passarinho cantando, sons de brincadeiras, voz de vó balançando na cadeira. Zeca é um menino que é a soma de muitos que andam por aí. Tem quem diga que ele é anjo, de tão menino, de tão criança que é. Ele nomeia tudo que os olhos alcançam: colher de pau, panela de barro, chapéu de palha. Tudo tem nome e vida na fantasia desse menino, que só pede para brincar de imaginar reinventando o mundo. Direção: Socorro Machado. Classificação indicativa: livre. 60min.

História/Patrimônio – PERCURSOS URBANOS

15h Por Onde Andou Floriano Teixeira?

Um painel datado de 1953 na antiga Companhia de Seguros Sul América, do artista Floriano Teixeira foi reaberto ao público nos últimos meses depois de anos ocultado. Esse foi o estopim para o artista e pesquisador travar uma busca em torno da memória e obra desse artista. Descobriu, por exemplo, que Floriano Teixeira, em 1950 mudou-se para o Ceará onde tomou parte ativa no grupo local de artistas modernos. Com Zenon Barreto, Antônio Bandeira, e outros, fundou o grupo dos "Independentes". Por curiosidade, por cumplicidade, o percurso deste sábado se juntará a essa empreitada investigativa.

Mediação: Rafael Limaverde, pesquisador e artistas visual trabalha como ilustrador, chargista, cartunista, artista urbano e xilogravurista. Formado em Artes Visuais pelo Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Ceará.

Participantes: Interessados em geral, mediante inscrição prévia.
Ponto de saída: Centro Cultural Banco do Nordeste, Rua Conde D’Eu, 560, Centro.
Inscrições:  A partir da terça-feira anterior a cada percurso, enviar e-mail para percursosurbanos@gmail.com; mensagem para 996 289 137; ou pessoalmente a partir de 30 minutos antes da atividade.

Atividades Infantis

16h Passeio no Trenzinho da História. 60min.
As crianças com seus acompanhantes passearão por ruas e avenidas do Centro Histórico da cidade, num veículo tipo trenzinho, conhecendo as principais praças e monumentos históricos da região. 50 vagas. 60min. Faixa etária indicada: de 0 a 12 anos.

ATENÇÃO: o passeio é destinado ao público infantil, sendo permitido 01 adulto por criança. As pulseiras de acesso são distribuídas a partir das 13h, na recepção do CCBNB.

17h Contação de Histórias – Histórias de Monteiro Lobato. 50min.
Histórias com Monteiro Lobato é uma viagem ao mundo lúdico do Sítio do Pica Pau Amarelo com tia Anastácia, Emília, Pedrinho, Narizinho, Dona Benta e outros personagens. As histórias infantis cearenses e nacionais encantam sempre o público de gente pequena e grande. Classificação indicativa: livre. 50min.
 
Artes Visuais

15:30h Lançamento catálogo Darcílio Lima Um Universo Fantástico e debate sobre o artista. 60 min.A exposição reúne 45 trabalhos do artista cearense, considerado um dos maiores representantes do surrealismo no Brasil. As obras presentes na exposição são, em sua maioria, desenhos a bico-de-pena que criam rendilhados perfeitos, cujas malhas são traçadas ponto a ponto, com padrões executados de forma persistente. Na temática do artista, prevalecem conteúdos místicos, sexuais e religiosos. Classificação 16 anos

Artes Cênicas

Temporada de Comédias Cearenses
19h Loucuras de Amor. 60min.
Comédia Romântica. O território inseguro, denso e impreciso dos apaixonados. A complicada engenharia da atração. As fidelidades e infidelidades, encontros e desencontros. A cômica sinfonia dos relacionamentos, sempre ao ritmo do inesperado, ou do próprio bater do coração. Homens e mulheres ansiosos por encontrar a outra metade da laranja, o sapato do seu pé, a alma gêmea, nem que para isso tenham que fazer uma LOUCURA DE AMOR... Texto e Direção: Carri Costa. Classificação: 12 anos. 60min.

Música

Cultura de Rua - Viola, Hip Hop e Literatura de Cordel
de 11h âs 13h na Praça dos Leões

Exposição de literatura de cordel e duelo entre repentistas, emboladores, Mcs e Djs da cultura Hip Hop, onde a poesia é o mote do encontro.
 
18h Cante lá que eu canto cá (Grupo As Catirinas)

Espetáculo literomusical em homenagem ao Patativa do Assaré. Livre. 50 min.


Desculpe nossa interferência, mas seu navegador não suporta a tecnologia utilizada neste portal.

Procure atualizar o seu navegador para a última versão disponível ou utilize uma das sugestões gratuitas e modernas listadas abaixo:

Chrome 18 ou +Firefox 19 ou +IE9 ou +
x