Ambiente de Comunicação

Gerente: Evangelina Leonilda Aragão Matos
(evangelina@bnb.gov.br)

Assessoria de Imprensa

Institucional: imprensa@bnb.gov.br

Endereço: Av. Dr. Silas Munguba, 5.700. Passaré
Fortaleza (CE)
Telefone: 85 3299-3301 / 85 3299-3149

Gerente Executivo: Francisco Maxshwell dos Santos de Oliveira
(max.oliveira@bnb.gov.br)


Voltar

Crescem contratações com o Banco do Nordeste para produção de grãos em Alagoas

Maceió, 25 de fevereiro de 2016 – As contratações realizadas com o Banco do Nordeste, em Alagoas, para a atividade de produção de grãos, destinadas ao custeio, investimento para agricultores familiares do semiárido e para mini e pequenos agricultores, mais que dobraram no ano passado, em comparação ao resultado de 2014, totalizando cerca de R$ 14 milhões distribuídos em 2.644 operações de crédito.

 

Para o superintendente estadual do Banco do Nordeste, Antônio César de Santana, o resultado espelha o esforço conjunto do Governo Estadual e parceiros no incentivo à diversificação agrícola de Alagoas com foco nas culturas do milho e da soja. "O Banco do Nordeste faz parte do Programa de Incentivo à Produção de Grãos, disponibilizando crédito para o setor, participando das reuniões do Conselho do Programa, sugerindo melhorias e promovendo o intercâmbio de experiência, já que o Banco atua fortemente com a atividade em outros estados, a exemplo de Sergipe".

 

Segundo a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, realizadora do Programa, Alagoas duplicou, em 2015, a produção de milho, plantando 30 mil hectares dessa cultura, que geraram 60 mil toneladas do grão. Já em relação à soja, no ano passado foi feita a primeira exportação do produto para a Europa, de uma safra de 800 toneladas. Para 2016, a expectativa é a duplicação da área plantada de grãos e do volume produzido.

 

Incentivo

 

O gerente de Desenvolvimento Territorial do Banco do Nordeste no Estado, Bruno Rodrigues, ressalta que os produtores têm procurado o Banco para o financiamento do custeio, principalmente de milho, e também para investimentos que beneficiam a produção. Ele ressalta o crescimento das operações do Pronaf Grupo B, realizadas com agricultores familiares do semiárido alagoano, em especial, nas cidades de Igaci, Ouro Branco e Santana do Ipanema, que dobraram, no ano passado, perfazendo mais de R$ 10 milhões em contratações.

 

As operações de crédito com mini e pequenos agricultores rurais, destinadas à atividade de grãos, também mais do que duplicaram, totalizando R$ 3,1 milhões, a maioria voltada ao custeio do milho.

 

Ele destaca que o Banco do Nordeste oferece, ao setor, tanto o crédito do Pronaf, quanto o do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE-Rural), com taxas de juros subsidiadas e prazos competitivos para pagamento. "Para esse ano, a expectativa é aumentar ainda mais as contratações, tendo em vista o fortalecimento das ações do Programa de Incentivo à Produção de Grãos, que vão abranger a realização de dias de campo e áreas experimentais de cultivo", afirma.