Pular para o conteúdo

Sala de Imprensa

 
 

Voltar

Empresa lançará pré-forma mais leve do país com apoio do Banco do Nordeste

Recife (PE), 28 de julho de 2015 – A indústria de embalagens alimentícias Central PET financiou R$ 3 milhões com o Banco do Nordeste para investir na modernização dos seus processos fabris. O investimento, que utiliza recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), permitirá a fabricação da “pré-forma” em PET mais leve do país, para recipientes de até 500 ml. A empreitada deve elevar o faturamento da empresa em até 10%.

Localizada no complexo portuário e industrial de Suape, em Ipojuca (PE), a Central PET foi fundada em 2002 e começou reciclando, revalorizando, depois produzindo resina PET-PCR. Somente em 2009, passou a produzir as pré-formas – materiais utilizados na fabricação de garrafas e vasilhames. “Em 2015, com o financiamento, nossa produção mensal de pré-formas aumentará em 15 milhões de unidades e lançaremos este produto que será o mais leve do país”, acrescenta o empresário Marcelo Guerra.

O gerente de negócios do Banco do Nordeste, Adalberto Matos de Souza, participou das negociações entre o Banco e a Indústria e, segundo ele, a operação de crédito tornará a empresa mais competitiva. “Além disso, há um contexto de decréscimo de investimentos no Complexo de Suape, a Central PET caminha nessa contramão de forma positiva”, afirma.

Presença de mercado

Pernambuco representa cerca de 7% do total do portfólio de vendas da Central PET. “Atendemos as principais empresas do mercado. Todas as indústrias que envasam águas, refrigerantes, sucos, óleos comestíveis, leite, bebidas mistas, alcoólicas, molhos, dentre outros”, destacou Marcelo Guerra.


Desculpe nossa interferência, mas seu navegador não suporta a tecnologia utilizada neste portal.

Procure atualizar o seu navegador para a última versão disponível ou utilize uma das sugestões gratuitas e modernas listadas abaixo:

Chrome 18 ou +Firefox 19 ou +IE9 ou +
x