Pular para o conteúdo

Sala de Imprensa

 
 

Voltar

Planejamento Estratégico do Banco do Nordeste recebe premiação internacional

Fortaleza, 9 de setembro de 2016  - O Banco do Nordeste foi o vencedor do II  Prêmio Gestão para Resultados do Desenvolvimento 2016, na categoria  "Planejamento Estratégico (Nível Nacional)" e recebeu a condecoração em solenidade realizada, ontem, dia 8,  na cidade de Guadalajara, no México. O prêmio é uma promoção do  Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) em parceria com o Governo de Jalisco (México) e tem por objetivo  identificar as melhores práticas de aplicação da metodologia de Gestão para Resultados voltadas para o desenvolvimento nos países da América Latina e do Caribe.

Representando o Banco na solenidade de premiação estiveram as superintendentes de Estratégia e Organização, Cibele Gaspar Fernandes, e de Marketing e Comunicação, Melina Barbosa. Elas participaram do IX Seminário Internacional da Rede de Gestão para Resultados em Governos Subnacionais da América Latina e Caribe, que teve início dia 7 e termina hoje, 9, em Guadalajara, no México.

A experiência apresentada pelo Banco do Nordeste diz respeito à metodologia de planejamento de Gestão para Resultados, implantada na empresa no início de  2016. “A gestão para resultados é alcançada quando todos os membros de uma instituição percebem que têm um papel importante a cumprir e que são responsáveis pelos resultados. E os objetivos são alcançados quando a equipe trabalha de forma integrada”, afirma o presidente do Banco do Nordeste, Marcos Holanda.

O Banco do Nordeste adotou o modelo de Gestão para Resultados visando priorizar os fundamentos da missão de ser o banco de desenvolvimento da região Nordeste. "Com base nos fundamentos da metodologia GpR e tendo como princípios o foco no cliente e resultados, meritocracia, integridade e inovação, a Instituição buscou um modelo de gestão baseado no desempenho empresarial, com destaque para o papel principal do Banco, que é o desenvolvimento da região Nordeste", fundamenta a superintendente Cibele Gaspar, que comanda a equipe de planejamento do Banco, responsável por implementar a nova metodologia.

Para ela, o prêmio é um reconhecimento internacional importante por ser uma metodologia participativa, que oferece maior visibilidade aos impactos positivos para as pessoas e empresas nordestinas, resultantes do trabalho desenvolvido pelo Banco.

A superintendente ressalta, ainda,  a importância da medição dos resultados esperados. "Temos indicadores muito claros para aferição dos nossos resultados: inclusão financeira, solidez, sustentabilidade e o crédito distribuído espacialmente e setorialmente", explica.

Participaram da seleção 95 instituições de vários países da América Latina e Caribe. Na categoria Planejamento Estratégico, concorreram como finalistas, juntamente com o Banco do Nordeste, a Secretaría de Hacienda Y Crédito Público (México) e a Oficina de Planeamiento y Presupuesto (Uruguai).


Desculpe nossa interferência, mas seu navegador não suporta a tecnologia utilizada neste portal.

Procure atualizar o seu navegador para a última versão disponível ou utilize uma das sugestões gratuitas e modernas listadas abaixo:

Chrome 18 ou +Firefox 19 ou +IE9 ou +
x