Pular para o conteúdo

Sala de Imprensa

 
 

Voltar

Programa Conversas Filosóficas aborda a depressão à luz da obra de Sigmund Freud

Fortaleza, 14 de julho de 2016 – Considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma das doenças mais incapacitantes em todo o mundo, a depressão será tema do programa Conversas Filosóficas deste sábado, 16 de julho, às 14 horas, no Centro Cultural Banco do Nordeste Fortaleza (Rua Conde D'Eu, 560 - Centro). Na ocasião, a pesquisadora em Filosofia, Zila Peixoto, abordará o assunto à luz da obra de Sigmund Freud “Luto e Melancolia”, que acaba de completar um século de existência.

“A depressão é o mal do século. Tentaremos compreender como Freud entendia este adoecimento psíquico. É importante a divulgação de informações sobre este assunto, pois se estima que 30% da população mundial, em algum momento da vida, tenha que lidar com essa questão”, pontua.

Para ela, em pleno século XXI, o preconceito relacionado ao adoecimento psíquico ainda é muito presente. “É interessante como nós nos compadecemos com o sofrimento físico, mas desconsideramos o sofrimento psicológico. Conseguimos nos comiserar com alguém que tem um registro de dor no real do corpo, quebrou uma perna, por exemplo, mas interpretamos como bobagem um sofrimento que não é visível aos olhos, que exige uma sensibilidade e um cuidado que as relações superficiais e instáveis não permitem perceber. É preciso refinar o olhar sobre o mundo, sobre o outro, sobre nós mesmos”, afirma.

Serviço

Programa: Conversas Filosóficas
Tema: Luto & Melancolia
Data: 16 de julho, sábado
Horário: 14h
Local: Centro Cultural Banco do Nordeste (Rua Conde d’Eu, 560
- Centro)
Expositora: Zila Peixoto, pesquisadora em Filosofia.

Desculpe nossa interferência, mas seu navegador não suporta a tecnologia utilizada neste portal.

Procure atualizar o seu navegador para a última versão disponível ou utilize uma das sugestões gratuitas e modernas listadas abaixo:

Chrome 18 ou +Firefox 19 ou +IE9 ou +
x