Centro Cultural Fortaleza - Percursos Urbanos Centro Cultural Fortaleza - Percursos Urbanos

Roteiros culturais realizados em ônibus urbanos.

 

PERCURSOS URBANOS
MAIO/2017

 

Percursos Urbanos no CCBNB

Cascavel e o Santo Protetor do Ofídios

Dia 06, sáb., 14h

Em torno da antiga capela de Nossa Senhora da Expectação (Senhora do Ó), surgiu o município de Cascavel - CE. O imaginário local refere-se ao duelo entre perigo e proteção, representados pelo chocalho que anuncia o veneno hemotóxico da cascavel (destrói tecidos e interrompe a coagulação do sangue) e o Santo Protetor dos Ofídios, São Bento. Iremos discutir elementos daquela fé popular, assimilados no pensamento artístico de Darcílio Lima (1944-1991) e nas práticas de dramistas locais.
Mediação: André Feitosa, artista-pesquisador do Coletivo Soul (grupo multiartístico), graduado em psicologia (UNIFOR) e saúde pública (UFC), com interesse em temas do sagrado para diferentes linguagens e tradições. Fortalezense, reside em Cascavel - CE desde 2015
.
Participantes: Interessados em geral, mediante inscrição prévia. Ponto de saída: Centro Cultural Banco do Nordeste, Rua Conde D’eu, 560, Centro.
Inscrições: A partir das 10 horas da terça-feira anterior a cada percurso, preenchendo a ficha no link http://tinyurl.com/percursosurbanos (30 vagas) ou se inscrevendo na recepção do CCBNB-Fortaleza (18 vagas).  A lista de espera é aberta às 10 horas do dia do evento na recepção do Centro Cultural Banco do Nordeste.

 

Como poderia ser uma creche?

Dia 13 , sáb., 15h

Famílias com perspectivas educacionais semelhantes vem borbulhando de ideias e desejos para criar novas possibilidades para seus filhos em Fortaleza. Muitos passos foram dados em busca de alternativas às creches tradicionais, aos cuidados de babás ou à escola integral. Mas o que daí já se concretizou? Vamos neste percurso conhecer mães/pais que se movimentam para realizar novas soluções culturais e amadurecer propostas ainda frágeis.

Mediação: Thaís Monteiro, produtora cultural, na qualidade de mãe inquieta do Tom é tem se dedicado à pesquisa sobre educação e cuidado com os filhos.

Participantes: Interessados em geral, mediante inscrição prévia.Ponto de saída: Centro Cultural Banco do Nordeste, Rua CondeD’eu, 560, Centro.

Inscrições: A partir das 10 horas da terça-feira anterior a cada percurso, preenchendo a ficha no link http://tinyurl.com/percursosurbanos (30 vagas) ou se inscrevendo na recepção do CCBNB-Fortaleza (18 vagas).  A lista de espera é aberta às 10 horas do dia do evento na recepção do Centro Cultural Banco do Nordeste.

 

Meu vizinho de rua

Dia 18, qui., 18h

Fortaleza é uma cidade onde existem muitas pessoas vivendo em situação de rua e a maior concentração acontece no centro da cidade. Com o objetivo de conhecer os modos de vida dessas pessoas e como elas se organizam nos espaços que habitam, propomos esse percurso por praças e ruas do centro ampliado da cidade.

Mediação: Sylvia Sousa – Assistente Social, Especialista em Saúde Mental Coletiva pela Escola de Saúde Pública, integrante do Projeto Residência na Rua: Saúde, Arte e Cultura desenvolvido com pessoas em situação de rua na Praça do Ferreira em parceria com a SECULT.

Participantes: Interessados em geral, mediante inscrição prévia. Ponto de saída: Centro Cultural Banco do Nordeste, Rua Conde D’eu, 560, Centro.

Inscrições: A partir das 10 horas da terça-feira anterior a cada percurso, preenchendo a ficha no link http://tinyurl.com/percursos urbanos (30 vagas) ou se inscrevendo na recepção do CCBNBFortaleza (18 vagas). A lista de espera é aberta às 10 horas do dia do evento na recepção do Centro Cultural Banco do Nordeste.

 

Entre a rua e o ateliê

Dia 20, sáb., 15h

Nesta tarde, iremos visitar o apartamento-ateliê de uma artista e, na sequência, seguiremos para a Praça da Gentilândia e o calçadão da Praia de Iracema, pontos em que ela encontrou, ao longo de sua pesquisa de mestrado, alguns skatistas com quem desenhou mapas e retratos. Nesses dois lugares, realizaremos pequenas errâncias e exercícios de desenho ao ar livre.

Mediação: Raisa Christina (1987) é artista visual e escritora. Reside em Fortaleza, onde cursa o Mestrado em Artes (PPGArtes) do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará, investigando poéticas no desenho e na criação de mapas de percursos errantes de jovens skatistas na cidade de Fortaleza.Mantém a página na web http://corposonoro.tumblr.com/Participantes: Interessados em geral, mediante inscrição prévia.Ponto de saída: Centro Cultural Banco do Nordeste, Rua CondeD’eu, 560, Centro.

Inscrições: A partir das 10 horas da terça-feira anterior a cada percurso, preenchendo a ficha no link http://tinyurl.com/percursos urbanos (30 vagas) ou se inscrevendo na recepção do CCBNBFortaleza (18 vagas). A lista de espera é aberta às 10 horas do dia do evento na recepção do Centro Cultural Banco do Nordeste.

 

Startups cearenses: inovadores em arrancada

Dia 27, sáb., 15h

Segundo Steve Blank, startup “é uma organização formada para a busca de um modelo de negócios escalável e repetitivo”, trabalhando em condições de extrema incerteza. Temos, como exemplos o Uber, o Google e o Buscapé. Quando se torna escalável, a startup deixa de existir e dá lugar a uma empresa altamente lucrativa. Neste sábado, iremos descobrir startups em Fortaleza e compreender melhor o significado deste tipo de empreendimento na mentalidade de uma cidade.

Mediação: Ihvna Chacon é Graduada (UNIFOR) e doutora (Universidade de Barcelona) em administração. Professora universitária. Curiosa e amante dos processos criativos de Fortaleza.

Participantes: Interessados em geral, mediante inscrição prévia.

Ponto de saída: Centro Cultural Banco do Nordeste, Rua Conde D’eu, 560, Centro.

Inscrições: A partir das 10 horas da terça-feira anterior a cada percurso, preenchendo a ficha no link http://tinyurl.com/percurso surbanos (30 vagas) ou se inscrevendo na recepção do CCBNBFortaleza (18 vagas). A lista de espera é aberta às 10 horas do dia do evento na recepção do Centro Cultural Banco do Nordeste.