Informações Informações

Voltar

Microempreendedores e produtores rurais maranhenses recebem prêmios do BNB por suas histórias de transformação

Os clientes premiados receberam apoio creditício por meios do programas de microcrédito Agroamigo e Crediamigo,
e do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf)

São Luís (MA), 29 de outubro de 2021 - Esta sexta-feira, 29, foi marcada pelo reconhecimento do Banco do Nordeste a microempreendedores urbanos e produtores rurais do Maranhão, que transformaram seus negócios - e suas próprias realidades - por meio do microcrédito e pelos recursos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), ambos operacionalizados pela instituição financeira. A solenidade de entrega do XIV Prêmio Banco do Nordeste de Microfinanças e VI Prêmio da Agricultura Familiar ocorreu no auditório do Sebrae, com homenagens e entrega de premiações a clientes maranhenses de diferentes setores da economia produtiva.

Crediamigo e Agroamigo

O Prêmio de Microfinanças do Banco do Nordeste reconhece empreendedores atendidos pelos programas de microcrédito urbano, o Crediamigo, e rural, o Agroamigo. A seleção dos premiados é realizada por Comissão Julgadora formada por entidades representativas dos segmentos produtivos, com coordenação do BNB. Nesta edição, participaram da composição da Comissão a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), a Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (Agerp), a Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), a Superintendência do Ministério Da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) no Maranhão, a Secretaria de Estado do Trabalho e da Economia Solidária (Setres), a Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/Maranhão).

Entre os clientes do Crediamigo, o vencedor na categoria Inovação e Tecnologia foi Antônio Cláudio Batista, da cidade de Pinheiro. O premiado começou suas atividades de comércio com uma pequena venda. Com o apoio do microcrédito do Banco do Nordeste, seu empreendimento cresceu e o empreendedor já completou 17 ciclos de financiamentos no programa desde 2014. "Sinto orgulho em dizer que o Crediamigo fez toda a diferença na minha vida!", reconhece Antônio.

Na categoria Empreendedorismo Sustentável, o troféu ficou com a empreendedora Alaine Franco Jansen, do município de Zé Doca. Entre os concorrentes de Produção e Comercialização, a vitória foi do comerciante Marlio Costa, da cidade de Viana, que mantém uma loja de confecções.

Já no âmbito do programa de microcrédito rural do BNB, o Agroamigo, os premiados foram a agricultora Damiana da Silva, de Colinas, na categoria Inovação e Tecnologia; o produtor Ítalo de Almeida, de Codó, na categoria Beneficiamento e Comercialização; e, no quesito Sustentabilidade, o destaque foi o empreendimento rural do produtor Sebastião Bogea, de Viana.

Agricultura Familiar

Além do reconhecimento à aplicação do microcrédito, o Banco do Nordeste também realizou o VI Prêmio Banco do Nordeste de Agricultura Familiar, que valoriza as iniciativas de sucesso a partir da aplicação do crédito oriundo do Pronaf. Nesta edição, o agricultor Romário Araújo foi o vencedor da categoria Inovação e Tecnologia, pelos avanços conquistados em sua atividade de bovinocultura. Cliente desde 2007, o produtor rural se destaca por investir na melhoria genética dos animais, atuando, além bovinocultura, também com ovinocultura, suinocultura e piscicultura. Em financiamento mais recente, Romário investiu em curral, balança eletrônica e galpão para guarda de equipamentos para o empreendimento rural cuidado por sua unidade familiar, exclusivamente, o que potencializa os resultados.

"Fico muito honrado pelo reconhecimento do Banco do Nordeste, pois foi um banco que desde quando eu comecei, bem pequenininho, pude ter apoio. Com os recursos que busquei, fui crescendo e conquistando muitos avanços para o meu empreendimento. Eu digo, sem dúvida, que o Banco do Nordeste é um grande parceiro da agricultura familiar, e sou muito grato", destacou Romário Araújo.

Na categoria Beneficiamento e Comercialização, o Prêmio foi para Miterland Gomes, de Matinha, que atua com a criação de peixes em água doce, no Povoado Itans. Já na categoria Produção e Comercialização, o vencedor foi o meliponicultor Alessandro Furtado, proprietário da Fazenda Beira Rio, na cidade de Centro Novo do Maranhão. Cliente do BNB desde 2014, Alessando possui, hoje, 250 colméias, desenvolvendo suas atividades em núcleo familiar e mantendo a diversificação produtiva com a atividade de bovinocultura.

O secretário municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento de São Luís, Liviomar Macatrão, ressaltou o papel do BNB para os pequenos produtores maranhenses. "Reconhecemos que o Banco do Nordeste é o principal parceiro do agricultor familiar e dos microempreendedores de São Luís, por isso temos fortalecido as relações institucionais para ampliar o apoio aos nossos produtores. Parabenizamos todos os premiados no dia de hoje, pelo destaque alcançado por sua dedicação e empreendedorismo", ressaltou.

O superintendente estadual do Banco do Nordeste no Maranhão, Danivan Borges Lacerda, destacou a relevância desse momento de reconhecimento às iniciativas que comprovam a eficiência do microcrédito e do investimento na agricultura familiar. "Esta é uma oportunidade singular do Banco do Nordeste para reconhecer as práticas exitosas e a capacidade empreendedora apoiados com oportunidades de crédito. Ressaltamos que os nove empreendedores vencedores nesta cerimônia se destacam, especialmente, por vencer os grandes desafios advindos da pandemia e, com o apoio do BNB, crescerem em seus empreendimentos, na cidade ou no campo. Estimulamos que mais empreendedores tenham acesso às excelentes oportunidades oferecidas pelo Banco do Nordeste, para que também avancem e tenham suas atividades alavancadas, seja no microempreendedorismo ou na agricultura familiar", frisou.

Também participaram da cerimônia o secretário de Estado do Trabalho e da Economia Solidária do Maranhão, Jowberth Alves, a diretora-presidente da Aged/Maranhão, Fabíola Ewerton Mesquista, o superintendente do Sebrae/Maranhão, Albertino Leal, o coordenador do Núcleo de Acesso ao Crédito (NAC) da Fiema, Gilberto Matos, o coordenador de Microcrédito e Projetos Associativos da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar, Plhínio Moraes, a coordenadora de Acesso a Políticas Públicas de Crédito Rural da AGERP/Maranhão, Cláudia Cascás, além de representantes de entidades produtivas dos segmentos urbano e rural, de órgãos governamentais, clientes e funcionários do Banco do Nordeste.