O Banco do Nordeste, com o objetivo de cumprir sua missão de desenvolvimento, integra à sua prática cotidiana os princípios éticos que norteiam a atuação de empresas socialmente responsáveis, gerando frutos para empregados e sociedade em geral e proporcionando a construção do bem-estar comum.

Mais do que isso, o Banco do Nordeste promove a internalização do conceito de responsabilidade socioambiental em sua cultura, com a finalidade de preencher espaços ainda não ocupados e de se inserir na vanguarda das instituições que fazem do Brasil um dos líderes na prática da cidadania corporativa.

Conheça a ações de responsabilidade socioambiental e os seus resultados, que trazem o desenvolvimento sustentável para toda a região.

 


Últimas notícias por assunto


Voltar

Responsabilidade Socioambiental - Informações e Relatórios

O Relatório de Sustentabilidade do Banco do Nordeste é uma importante ferramenta de divulgação das principais ações sociais e ambientais desenvolvidas pela instituição.

O relato foi elaborado de acordo com as normas da Global Respot Initiative (GRI), organização não governamental internacional que tem a missão de elevar o nível dos relatórios de sustentabilidade a um padrão equivalente ao dos relatórios financeiros, de maneira que investidores, analistas de mercado e sociedade civil organizada passem a considerar em suas avaliações, além do desempenho econômico-financeiro, as informações sociais e ambientais.

O Relatório de Sustentabilidade do Banco do Nordeste é assegurado pela auditoria externa da Ernest & Young. Conheça os já publicados:

Pacto Global

Além das diretrizes da GRI, o Relatório de Sustentabilidade do Banco do Nordeste atende aos princípios do Pacto Global, iniciativa desenvolvida pela Organização das Nações Unidas (ONU), com o objetivo de mobilizar a comunidade empresarial internacional para a adoção, em suas práticas de negócios, de valores fundamentais nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, proteção ambiental e combate à corrupção.

As instituições aderentes se propõem a usar os seus princípios nas estratégias de negócios, nos processos de decisão e no cotidiano de suas operações. Conheça os princípios:

  • Direitos Humanos
    • Apoio e respeito à proteção de direitos humanos reconhecidos internacionalmente;
    • Não participação em violações desses direitos.
  • Trabalho
    • Apoio à liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva;
    • Eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou compulsório;
    • Abolição efetiva do trabalho infantil;
    • Eliminação da discriminação no emprego.
  • Meio Ambiente
    • Apoio a uma abordagem preventiva aos desafios ambientais;
    • Desenvolvimento de iniciativas para promover maior responsabilidade ambiental;
    • Incentivo ao desenvolvimento e difusão de tecnologias ambientalmente amigáveis.
  • Contra a Corrupção
    • Combate à corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina.