ETENE Divulga Informe Macroeconômico

  • PIX protagoniza quantidade, mas TED lidera no valor das transferências: Em termos de quantidade de transações, o crescimento do PIX redesenhou a estrutura de preferência entre os instrumentos de transferência de recursos financeiros. Quanto ao valor transacionado, seu avanço não é tão intenso. É inegável ainda a importância da TED, cujo ticket médio foi de R$ 32,5 mil, em agosto de 2021, contra R$ 547,00 no PIX.
  • Agronegócio, Energia, Indústria de Base Tecnológica, Saúde e Serviços Empresariais foram os menos afetados no faturamento nos Pequenos Negócios: O Sebrae, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), realizou mais uma edição da Pesquisa “O Impacto da Pandemia do Coronavírus nos Pequenos Negócios”. Agronegócio, Energia, Indústria de base tecnológica, Saúde, Serviços empresariais são os segmentos menos impactados pela pandemia do Coronavírus em termos de faturamento nos pequenos negócios.
  • Bahia, Piauí e Maranhão registram aumento da produção de soja em 2021: Impulsionados pelos preços da commodity, o crescimento da área plantada e ganho de produtividade foram fatores decisivos no aumento da produção de soja, aliados às boas condições climáticas nos cerrados. Segundo o IBGE, são esperados aumentos na produção de soja na Bahia (+12,6%), no Piauí (+10,90%) e no Maranhão (+4,7%).
  • Os cultivos de uva e manga impulsionam a geração de emprego no interior da Bahia e Pernambuco: O emprego celetista no Nordeste apresentou saldo de 303.975 novos postos de trabalho no acumulado de 2021. Os estados da Bahia, Ceará, Pernambuco, Maranhão, Rio Grande do Norte e Piauí ampliaram o nível de emprego em todas as atividades econômicas. Enquanto em Paraíba, Sergipe e Alagoas, percebe-se recuperação paulatina na formação de novos empregos, no decorrer dos oito primeiros meses de 2021. Nesse período, na Agropecuária, o emprego gerado no cultivo de uva e manga vem impulsionando o interior da Bahia e Pernambuco.
  • Os Fundos Constitucionais (FPE e FPM) para o Nordeste cresceram 25,0% até agosto de 2021: Os Fundos Constitucionais (FPE + FPM) para os estados do Nordeste, até agosto deste ano, somaram R$ 60,7 bilhões, o que representa crescimento real de +25,0% (FPE, +25,1% e FPM, +24,8%), comparado com o mesmo período de 2020. O crescimento no Brasil foi de +25,4%, sinal de clara recuperação destas transferências, já que houve perda real de -7,3% em 2020.

A edição atual está disponibilizada na íntegra no link: https://www.bnb.gov.br/etene/informe-macroeconomico

Você também pode acessar outras publicações do ETENE na página do Portal da Internet do Banco do Nordeste (em Institucional/Estudos e Pesquisas/ETENE): https://www.bnb.gov.br/etene.

Sugestões e críticas são bem-vindas e podem ser encaminhadas para a caixa postal do ETENE.

Boa leitura!

Célula de Estudos e Pesquisas Macroeconômicas
Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste – ETENE