Eficiência nos gastos com segurança pública e instituições formais: uma análise para os estados brasileiros a partir da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)

Jadila Tayná do Nascimento Costa, William Gledson e Silva, Francisco Danilo da Silva Ferreira

Resumo


Este artigo teve o objetivo de analisar a eficiência nos gastos per capita com segurança pública dos estados brasileiros, nos anos 2006, 2010, 2014 e 2017, cujos produtos foram o inverso das taxas de homicídio, roubo, lesão corporal e estupro, partindo da Lei de Responsabilidade Fiscal como uma instituição formal. Metodologicamente, usou-se o método de eficiência Análise Envoltória de Dados (DEA) para mensurar a eficiência dos gastos per capita com segurança pública. Os resultados demonstraram que houve nos anos analisado 6 estados eficientes e os demais apresentaram ineficiência no alcance dos produtos esperados, assinalando uma reduzida força institucional formal da LRF para diminuir os desperdícios dos recursos públicos no financiamento dos gastos com segurança pública.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter