Pular para o conteúdo

Sala de Imprensa

 
 
Voltar

Empresa adquire primeiro incinerador da Paraíba a tratar gases na combustão de resíduos

Sistema de tratamento de resíduos industriais e de saúde foi financiado pelo Banco do Nordeste

João Pessoa (PB), 28 de maio de 2021 - Um incinerador com tecnologia de ponta está em pleno funcionamento no tratamento de resíduos industriais e de saúde, na cidade de Cabedelo, região metropolitana de João Pessoa. O equipamento se destaca por ser o primeiro no estado a tratar os gases provenientes da combustão dos materiais processados, representando uma inovação na redução de impactos ambientais.

A máquina, bem como as instalações de tratamento de resíduos foram financiados pelo Banco do Nordeste à empresa 3 A Engenharia - Rifiuti Global Gerenciamento de Resíduos. O sistema é automatizado e o monitoramento da emissão de gases ocorre por sondas de CO e O2, em tempo real. As cinzas são destinadas para serem recicladas em indústrias cimenteiras ou, se classificadas como perigosas, serão destinadas ao aterro sanitário.

A capacidade do forno incinerador é de processar 200 kg de materiais por hora, funcionando em regime de 24 horas de processamento. Todo o funcionamento do sistema segue os parâmetros do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama).

A empresa atende a demandas dos setores público e provado da Paraíba e tem a expectativa de ampliar o atendimento aos estados de Pernambuco e do Rio Grande do Norte. O empresário Agvaldo Arruda de Andrade atua no setor há 16 anos e explica que fez uma pesquisa de mercado e elaborou um plano de negócios para tratamento de resíduos e a escolha do equipamento fez toda diferença.

"Estamos funcionando com o novo sistema desde 28 de abril deste ano, de forma automatizada. Esse é o único equipamento da Paraíba que faz o tratamento dos gases. O processamento dos resíduos passa por onze etapas e na combustão dos materiais são gerados gases que também são tratados, atuando de forma sustentável", destaca o empresário.

O Banco do Nordeste ressalta a inovação do projeto da empresa e o atendimento aos requisitos ambientais para a aprovação do crédito. "A oferta de crédito para ações que vão ajudar a reduzir os impactos ambientais de resíduos de hospitais, clínicas e indústrias no geral agrega valor ao Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) disponibilizado", destaca o gerente Ramildo Porto.


Vídeos em Destaque Vídeos em Destaque



Desculpe nossa interferência, mas seu navegador não suporta a tecnologia utilizada neste portal.

Procure atualizar o seu navegador para a última versão disponível ou utilize uma das sugestões gratuitas e modernas listadas abaixo:

Chrome 18 ou +Firefox 19 ou +IE9 ou +
x