Pular para o conteúdo

Sala de Imprensa

 
 
Voltar

FNE Sol Pessoa Física do Banco do Nordeste vence Prêmio Alide Verde por contribuição ao meio ambiente

Fortaleza (CE), 26 de maio de 2021 – Com a linha de crédito FNE Sol Pessoa Física, o Banco do Nordeste venceu o Prêmio Alide de Reconhecimento das Melhores Práticas em Instituições Financeiras de Desenvolvimento 2021, na categoria especial Alide Verde, em mérito à contribuição e à proteção do meio ambiente. A premiação ocorreu na manhã desta quarta-feira, 26, em evento virtual a partir da capital peruana Lima.

O corpo internacional de jurados independentes constituído pela Associação Latinoamericana de Instituições Financeiras para o Desenvolvimento (Alide), organismo sem fins lucrativos, representa as instituições de desenvolvimento na América Latina e no Caribe. O grupo considerou  que, mais recentemente, vem se introduzindo com maior força o uso da energia solar como fonte de geração de eletricidade.

Nesse contexto, avaliou-se também a vantagem de custos baixos e a possibilidade de otimização da produção em casas particulares, a partir da instalação de painéis solares nos tetos das residências e da consequente produção de energia para consumo próprio.

Com recursos oriundos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), o FNE Sol Pessoa Física, criado em 2018, financia a micro e minigeração distribuída de energia renovável, com limite de até 100% do valor do investimento, limitado ao valor máximo de R$ 100 mil, taxas de juros abaixo da média do mercado e prazos de financiamento de até 8 anos, com carência de até 6 meses.

No caso da microgeração distribuída de energia elétrica, o financiamento abrange centrais geradoras que utilizam fontes renováveis ou cogeração qualificada, conectadas na rede de distribuição por meio de instalações de unidades consumidoras, com potência instalada menor ou igual a 75 kilowatts (kW).

Para a minigeração distribuída, o crédito engloba centrais geradoras que utilizem cogeração qualificada ou fontes renováveis, igualmente conectadas na rede de distribuição, e cuja potência instalada seja superior 75 kW e menor ou igual a 5 megawatts (MW).

Além disso, no caso de a energia gerada ser maior do que o consumo, o sistema de compensação previsto nas resoluções normativas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) permite que a energia excedente seja injetada na rede de distribuição, gerando créditos na conta de energia do consumidor.

No período de 2018 a 2020, o Banco do Nordeste, por meio do FNE Sol Pessoa Física, contratou 6.596 operações, correspondentes a R$ 199,6 milhões. Já nos três primeiros meses de 2021, as contratações alcançaram 1.046 operações, equivalentes a R$ 33,26 milhões.


Vídeos em Destaque Vídeos em Destaque



Desculpe nossa interferência, mas seu navegador não suporta a tecnologia utilizada neste portal.

Procure atualizar o seu navegador para a última versão disponível ou utilize uma das sugestões gratuitas e modernas listadas abaixo:

Chrome 18 ou +Firefox 19 ou +IE9 ou +
x