Pular para o conteúdo

Sala de Imprensa

 
 
Voltar

Mulher, empreendedora e adimplente: 20 anos lado a lado com o Crediamigo

Mais de dois terços dos clientes do programa em Minas Gerais são mulheres

Montes Claros (MG), 5 de março de 2021 - O ano era 2000 e Ivete Miriam Medeiros se viu desempregada após o banco privado onde trabalhava, em Pirapora, no Norte de Minas Gerais, fechar a agência na cidade. A solução encontrada por ela foi empreender e, após conhecer a linha de capital de giro do Crediamigo Banco do Nordeste, apostou na revenda de importados comprados no Paraguai. Assim nasce o que hoje é a loja Miriam Presentes e começa um ótimo relacionamento entre programa de microcrédito e cliente que já dura mais de 20 anos. 

As mulheres são maioria entre o público atendido pelo Crediamigo. Atualmente Miriam tem a companhia de outras quase 76 mil microempreendedoras na carteira de clientes do programa em Minas Gerais, número que representa mais de dois terços dos 113,5 mil mineiros beneficiados. 

"Eu gostaria que todas as mulheres tivessem a oportunidade de empreender que eu tive", diz Miriam. Ela lembra que seu primeiro empréstimo com o Crediamigo "era pouquinho, uns R$ 800", mas foi o pontapé inicial de que precisava para começar. Abriu uma banca na Praça dos Cariris, a principal de Pirapora, que ela ainda mantém em paralelo com a loja inaugurada anos depois, onde atualmente emprega uma funcionária. 

O crédito mais recente contratado por Miriam, no final de 2020, é de R$ 18 mil e continua sendo investido com o mesmo propósito de sempre: a formação de estoque. No ano passado, o Crediamigo aplicou R$ 591 milhões no estado, montante 19,1% maior do que em 2019. O valor está pulverizado em 215,8 mil contratos. 

Nas duas unidades, Miriam comercializa artigos de presentes e para o lar, adaptando-se às demandas do mercado. Desde o início da pandemia, por exemplo, segundo a microempreendedora, a oportunidade identificada foi a venda de brinquedos, que registrou aumento. Assim segue, como ela mesmo diz, lidando com os altos e baixos do comércio. 

O que não mudou ao longo dessas mais de duas décadas é o compromisso de Miriam com a adimplência: ela orgulha-se de dizer que nunca atrasou um dia sequer o pagamento das parcelas do empréstimo. Também não se altera em nada a confiança que deposita no Crediamigo. A parcela final do atual contrato de crédito vence em julho e Miriam já tem planos para o próximo recurso financeiro que ainda vai buscar, para preparar-se para as vendas de final de ano. 

O gerente estadual do Crediamigo, Tarcísio Silveira, destaca o espírito empreendedor e o relacionamento das mulheres com o programa: "A grande maioria do nosso público é feminina. Para nós, é um orgulho apoiar mulheres que movimentam a economia da nossa região, sustentam suas famílias e geram empregos".


Vídeos em Destaque Vídeos em Destaque



Desculpe nossa interferência, mas seu navegador não suporta a tecnologia utilizada neste portal.

Procure atualizar o seu navegador para a última versão disponível ou utilize uma das sugestões gratuitas e modernas listadas abaixo:

Chrome 18 ou +Firefox 19 ou +IE9 ou +
x