Pular para o conteúdo

Sala de Imprensa

 
 
Voltar

Romildo Rolim destaca importância da agenda ASG para desenvolvimento sustentável da Região

Fortaleza (CE), 15 de julho de 2021 - "O Banco do Nordeste nasce, cresce e se renova a cada dia e, neste contexto, a agenda ambiental, social e de governança dentro da empresa, vem sendo aperfeiçoada, na perspectiva de que esses temas perpassam todas as áreas da Instituição e dada a importância da sustentabilidade dos negócios que o BNB incentiva".

A afirmação é do presidente do BNB, Romildo Carneiro Rolim, ao participar, na manhã desta quinta-feira (15), da abertura do XXVII Fórum Banco do Nordeste de Desenvolvimento 2021. O evento, realizado de forma virtual, em razão das restrições sanitárias, marca os 69 anos de criação da Instituição e debate o tema central "Agenda ASG no protagonismo do desenvolvimento regional". O evento prossegue até amanhã (16). A programação está disponível no portal www.bnb.gov.br e está sendo integralmente transmitida pelo canal do Banco no YouTube.

Romildo Rolim destacou também, nesta manhã, o crescimento das aplicações do Banco do Nordeste no Semiárido, área estratégica para o desenvolvimento sustentável e equilibrado dentro da região, e reforçou a necessidade de ações antecedentes ao crédito como forma de promover a sustentabilidade como missão do BNB.  

A abertura do Fórum, que abordou "A agenda ASG nas instituições de desenvolvimento", contou, ainda, com a participação dos superintendentes da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), Evaldo Cavalcanti da Cruz, e da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), Nelson Fraga Filho, e do presidente do Banco da Amazônia (Basa), Valdeci José Souza Tose.

No primeiro painel do evento, "ASG e Bancos de Desenvolvimento", a especialista em instituições financeiras do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Maria Netto, disse que "os bancos de desenvolvimento têm papel único, sobretudo em decorrência da crise gerada pela  Covid-19, de criarem soluções inovadoras que promovam a economia sustentável em suas áreas de atuação".   

Já o diretor do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Bruno Caldas Aranha, defendeu que "a oportunidade de liderar a promoção da agenda ASG traz muitos benefícios para os bancos de desenvolvimento". E citou como exemplos a diversificação de fontes de captação e produtos e o aprimoramento das políticas e de ferramentas para gestão de risco socioambiental.

Ao encerrar o painel, o presidente da Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE), Sérgio Gusmão Suchodolski, disse que "o grande desafio dos bancos de desenvolvimento é alavancar recursos que acelerem o desenvolvimento sustentável". 

 

50 anos do Fundeci

O XXVII Fórum Banco do Nordeste de Desenvolvimento prossegue nesta sexta-feira (16), a partir das 9h30, quando será realizada a sessão especial "50 anos do Fundeci". O Fundo de Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e de Inovação é uma das mais longevas instituições de apoio à pesquisa e à inovação tecnológica, na Região.

Na ocasião, será lançado o Edital Fundeci 01/2021 - Subvenção Econômica para Inovação em Empresas, que objetiva fomentar o desenvolvimento de soluções inovadoras, visando aumentar a competitividade e sustentabilidade de micro e pequenas empresas e de empresas de pequeno-médio porte sediadas na área de atuação do Banco do Nordeste, integrada pelos nove estados da Região e pelo norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.


Vídeos em Destaque Vídeos em Destaque



Desculpe nossa interferência, mas seu navegador não suporta a tecnologia utilizada neste portal.

Procure atualizar o seu navegador para a última versão disponível ou utilize uma das sugestões gratuitas e modernas listadas abaixo:

Chrome 18 ou +Firefox 19 ou +IE9 ou +
x