Prêmio Banco do Nordeste de Jornalismo 
em Desenvolvimento Regional

Edição 2010


Relação dos premiados na  Edição 2010

NACIONAL

Mídia Impressa – Texto
Germana Cabral, Cristina Pioner, Marília Camelo, Patrícia Araujo, Eduardo Freire e Adriana Rodrigues
Diário do Nordeste (CE)
Série de reportagens: Mãos que fazem história

Mídia Impressa - Foto
Teresa Maia
Diário de Pernambuco (PE)
Trabalho: Empregos verdes

Mídia Eletrônica - Rádio
Jacquelline Vieira Santos de Oliveira
Rádio Cidade Sumé (PB)
Reportagem: A trilha do desenvolvimento no Cariri Paraibano

Mídia Eletrônica - Internet
Giovanni Sandes
JC Online (PE)
Trabalho: Nas águas do desenvolvimento

Mídia Eletrônica - TV
Mônica Cristina Carvalho, Antônio Martins de Araújo Neto, Juliana Sampaio, Josicarlos Lopes de Santana e Pedro Guimarães
TV Jornal SBT- Recife (PE)
Reportagem: Suape: na rota dos tigres asiáticos

REGIONAL I

Mídia Impressa – Texto
1) Vandeck Santiago
Diário de Pernambuco (PE)
Reportagem: O Nordeste depois de Lula

2) Adriana Guarda
Jornal do Commércio (PE)
Reportagem: Conexão Desenvolvimento: Tudo o que podemos aprender com a Ásia

Mídia Impressa - Foto
Georgia Gonçalves Santiago
Jornal O Povo (CE)
Trabalho: Moedas em cardumes

Mídia Eletrônica - Internet
Ed Wanderley
Portal Diário de Pernambuco
Trabalho: Era uma casa nada engraçada

Mídia Eletrônica - Rádio
Vânia Maria Magalhães Tajra, Fernando Jocelito Reinado e Márcia Maria Vieira Machado
Rádio Universitária FM (CE)
Reportagem: Agroamigo: um novo tempo para o Nordeste

Mídia Eletrônica – TV
Reginaldo Aguiar, Camila Rocha, Dário Rocha, Leda Borges, Ricardo Melo, Émerson Melo, Renato Maia e Breno Ximenes
TV Jangadeiro (CE)
Série de reportagens: Investir para Crescer

REGIONAL II

Mídia Impressa – Texto
Andréia Barros, Eduardo Henrique, Paulo Dantas, Mônica Melo, Karoline Fernandes e Thaís Cabral
Revista Nordeste (PB)
Reportagem: O Nordeste do futuro

Mídia Impressa – Foto
Ney Doglas Marques Cabral
Novo Jornal (RN)
Trabalho: Orgânico faz bem e dá lucro

Mídia Eletrônica - Rádio
Wendell Rodrigues, Kátia Dumont e Cacá Barbosa
Rádio FM 98 – Rede Correio Sat (PB)
Reportagem: Mulheres Empreendedoras

Mídia Eletrônica – TV
Lídia Eulália de Siqueira Pace
InterTV Cabugi (RN)
Trabalho: A retomada da carcinicultura no RN

Não houve premiados na categoria Mídia Eletrônica – Internet na Regional II.

REGIONAL III

Mídia Impressa – Texto
Carolina Rocha Sanches
O Jornal (AL)
Reportagem: Apicultura gera renda do sertão de Alagoas

Mídia Impressa – Foto
Waldson de Sousa Costa
Gazeta de Alagoas (AL)
Trabalho: Safra anima produtores de abacaxi

Mídia Eletrônica - Internet
Carolina Rocha Sanches e Thiago José Gomes de Oliveira
Portal O Jornal (AL)
Trabalho: Programa muda vida de agricultores em Alagoas

Mídia Eletrônica – Rádio
Franco Fiorot
Rádio Globo Linhares (ES)
Reportagem: Os novos rumos da cultura do cacau

Não houve premiados na categoria Mídia Eletrônica – TV na Regional III.

Também não foram premiados trabalhos da modalidade Extrarregional nem universitários.

O tema desenvolvimento, com todas as suas nuances, está cada vez mais presente às notícias do cotidiano. Nos últimos anos, a solidez da economia brasileira e a crescente melhoria dos indicadores sociais, sua face mais humana, deram fôlego ao poder público e à sociedade brasileira, não apenas para discuti-lo ou planejá-lo, mas para executar ações palpáveis.

Iniciativas relacionadas ao assunto libertaram-se do mundo das ideias. O desenvolvimento chegou às favelas, misturou-se ao dia-a-dia das periferias das grandes metrópoles e, na zona rural, deu esperança aos pequenos produtores, cuja expectativa era apenas a da subsistência.

Para grandes empresários, o desenvolvimento se materializou na robustez de nosso sistema financeiro, que saiu fortalecido da crise global devido, em grande parte, à ação imediata e consistente dos bancos públicos. A estabilidade, outra de suas vertentes, assegurou aos investidores que era possível acreditar em nosso País.

A sociedade brasileira respondeu, consolidando-se como um dos mercados mais atraentes aos olhos do mundo. Por fim, após longo caminho, o desenvolvimento, contrariando céticos, pousou nas páginas de periódicos nacionais e internacionais, e o Brasil deixou de ser “o país do futuro” para se tornar uma profícua realidade.

Os grandes projetos de infraestrutura, especialmente os relacionados à construção civil e à geração de energia, são o carro-chefe de 2010. A expectativa de geração de milhares de empregos e de aumento de consumo fazem deste ano um dos mais promissores da história.

Mas para que tudo se concretize é necessário um fator essencial ao desenvolvimento: o crédito. Nesse aspecto, o Brasil e, especialmente, a região Nordeste ainda têm muito a evoluir. A relação crédito/PIB, que em alguns países desenvolvidos ultrapassa 100%, em nosso País está em torno de 45%. Na Região, chega somente a 24%; ou seja, há ainda um enorme potencial a ser explorado e os benefícios futuros à população são evidentes.

Os efeitos do microcrédito orientado, por exemplo, de mãos dadas com o empreendedorismo dos nordestinos, fizeram milhares de pessoas cruzarem vitoriosos a linha de chegada contra a pobreza, em uma corrida já considerada perdida para muitos. Os financiamentos de grande monta fazem girar a roda da economia, resultando em emprego e renda. O crédito é igualmente bem-vindo ao setor de serviços, o que mais emprega e o que mais cresce na Região.

Nesse contexto, o Prêmio Banco do Nordeste de Jornalismo em Desenvolvimento Regional estimula a produção de reportagens que tratem com abrangência e profundidade da temática do crédito para o desenvolvimento. Cultura, educação e responsabilidade socioambiental compõem a miscelânea de assuntos a serem abordados. Interessa-nos, sobretudo, saber de quem são as iniciativas que têm ajudado a transformar a Região e quais os assuntos merecem ser discutidos em prol da sociedade nordestina, papel para o qual a imprensa, com todo o seu senso de observação e criticidade, tem participação essencial.