Sistema de Gerenciamento de Convênios
Informações do Edital
202301 - EDITAL SOCIAL - IDOSO/2023  (Relatório)   (Download do Edital)
Início das Inscrições: 19/09/2023 00:00
Final das Inscrições: 23/10/2023 23:59
Limitado: Sim

Valores Financiados pelo BNB

Valor Minimo: R$ 50.000,00
Valor Máximo: R$ 300.000,00
Constitui objeto do presente Edital a seleção de Projetos de cunho Social, direcionados ao público idoso de baixa renda, desde que previamente aprovados (chancelados) pelos Conselhos Nacional, Estaduais ou Municipais da pessoa idosa, para concessão de recursos financeiros não reembolsáveis oriundos de parcela do imposto de renda devido pelo Banco do Nordeste, em conformidade com sua Política de Responsabilidade Socioambiental (PRSA) e com a legislação em vigor.
 
Rubricas
NumeroNome% Mínimo% Máximo
5.0.00.00.00 Outras Rubricas 0,00% 100,00%
Regras VER EDITAL
 
Projetos Classificados
Instituição: Associação Cultural Santa Teresinha do Menino Jesus
Projeto: Mulheres Engajadas na Economia Local.
Objetivo: O projeto consiste na inclusão de pessoas idosas em oficinas de arte, cultura e ações de empreendedorismo a partir do trabalho desenvolvido pela Associação Cultural Santa Teresinha do Menino Jesus na comunidade Granja Lisboa e adjacências.

Instituição: Giral Desenvolvimento Humano e Local
Projeto: Sonhos não Envelhecem
Objetivo: As oportunidades realizam sonhos. A falta delas, os adormecem. Mas, enquanto houver vida, eles podem ser despertados. É com esta crença, e pensando nas pessoas que não tiveram oportunidades, mas prospectaram muitos, que se idealiza este projeto. Denominado “Sonhos não Envelhecem”, a iniciativa tem o intuito de promover formações, eventos, intercâmbios e vivências felizes, promovendo cidadania e inclusão social para a melhoria da qualidade de vida e autonomia da 3° idade. Para isso, irá realizar atividades físicas, artísticas, culturais e intelectuais que resgatam sonhos, valorizam o papel social, as experiências e saberes da pessoa idosa. O projeto irá promover formações, eventos e intercâmbios com vivências felizes que promovam cidadania e inclusão social para a melhoria da qualidade de vida e autonomia da 3° idade, a partir da realização de atividades físicas, artísticas, culturais e intelectuais que resgatam sonhos e valorizam as experiencias e saberes da pessoa idosa. No projeto, 120 idosos irão participar de atividades teatrais, lúdicas, recreativas, reflexivas e de concertos musicais e de leitura. Além do foco na promoção dos direitos da pessoa idosa, a iniciativa corrobora para a redução das desigualdades, 10º objetivo da agenda mundial para o desenvolvimento sustentável.

Instituição: INSTITUTO MARIA DA HORA
Projeto: PROJETO VOZ DA EXPERIÊNCIA III
Objetivo: O Projeto Voz da Experiência III visa desenvolver ações voltadas à promoção e a defesa dos direitos da pessoa idosa, ofertando atividades de liderança, empoderamento, apoio às atividades econômicas locais, arte/educação, lúdicas, de lazer, culturais, artesanais, laborais, andragógicas e socioesportivas, objetivando potencializar o ser humano em todos os seus aspectos por meio de uma metodologia de atividades em grupo, utilizando oficinas direcionadas ao desenvolvimento econômico de resgate das memórias coletivas, possibilitando o debate sobre o presente e construção de perspectivas para o futuro, alicerçadas no protagonismo e na inclusão da pessoa idosa. O presente projeto está fundamentado em preceitos éticos, humanos e sociais aliados a uma perspectiva inclusiva e de respeito à dignidade da pessoa idosa, cuja contribuição social vai desempenhar um papel significativo na realidade dos idosos atendidos na comunidade do Henrique Jorge e bairros circunvizinhos. Deste modo, partilha da missão do Instituto Maria da Hora que é de garantir inclusão social para segmentos vulneráveis e/ou em situação de violação de direitos, através de ações preventivas e protetivas garantindo o acesso a direitos socioassistenciais a partir da articulação com outras Políticas Públicas de Direito.

Instituição: LAR ESPERANÇA DE VIDA LUIZ DE OLIVEIRA NEVES
Projeto: RAIO DE ESPERANÇA NO ENVELHECER
Objetivo: A nossa proposta será realizada nos ambientes do Lar Esperança de Vida Luiz de Oliveira Neves, entretanto também serão realizadas atividades e ações com a comunidade, através atendimentos e ações na ILPI, bem como mediante visitas domiciliares as pessoas idosas da comunidade, assegurando a esse público uma forma saudável de viver, ao mesmo tempo assegurando a promoção da saúde, da cultura, lazer, cidadania e do meio ambiente, que cause melhorias e transformações no contexto entre a responsabilidade individual e coletiva com a pessoa idosa e com o meio ambiente, e mantendo os vínculos familiares e de amizade, respeitando as limitações da idade. A meta é atender 140 pessoas idosas, sendo 40 pessoas idosas acolhidas na ILPI e 100 da comunidade próxima a ILPI, como uma forma de ampliar os conhecimentos da população abrangida, bem como realizar uma socialização com as pessoas idosas institucionalizadas com as pessoas idosas da comunidade. Toda a proposta é para ser realizada durante 12 (doze) meses, com atendimentos diariamente, durante cinco dias da semana.

Instituição: Instituto de Arte e Cidadania do Ceará
Projeto: EnvelheSer Ativo
Objetivo: Para que os idosos de hoje e do futuro tenham qualidade de vida, é preciso garantir direitos em questões como saúde, trabalho, assistência social, educação, cultura, esporte, lazer, habitação e meios de transportes. No Brasil, esses direitos são regulamentados pela Constituição Federal de 1988, e pela Política Nacional do Idoso, bem como o Estatuto do Idoso, sancionados em 1994 e em 2003, respectivamente. Destaca-se que no Estado Cearense há ainda a legislação estadual que estabelece a Política Estadual da Terceira Idade do Estado do Ceará – Lei 13.243/2002 alterada pela Lei nº 17.605/2021, que objetiva assegurar os direitos sociais do idosos, criando condições para promover sua autonomia, integração e participação efetiva na sociedade. Considerando o exposto, a oferta de prática regular de atividades físicas surge como estratégia para garantia dos direitos e promoção da qualidade de vida da pessoa idosa, oportunizando benefícios que auxiliem em sua motricidade, protagonismo, convivência comunitária e autonomia. Nesta Senda, o Projeto EnvelheSER Ativo, desenvolvido no bairro Antônio Bezerra, região periférica de Fortaleza/CE, visa por meio de ações esportivas e de convivência comunitária a promoção e defesa dos direitos da pessoa idosa que está exposta a situação de vulnerabilidade social e violação de direitos, contribuindo assim para qualidade de vida e um envelhecimento saudável. Para execução deste Projeto está previsto o valor total de R$ 458.898,00, para o seu desenvolvimento em 12 meses.

Instituição: FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL - FMAS DE LASSANCE
Projeto: Projeto Melhor Idade: Garantindo a qualidade de vida dos idosos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de Lassance/MG
Objetivo: A população idosa que até então consistia em uma minoria e era preterida em função de outras faixas etárias, passou a ser alvo de preocupação e atenção por parte dos governos de vários países, estudiosos e pesquisadores. Essa emergente e preocupante realidade exige busca de solução imediata dos profissionais de todas as áreas, pois diferentes são as necessidades desse segmento populacional que nas últimas décadas vêm se avolumando aceleradamente. Assim, o presente projeto intitulado “Projeto da Melhor Idade: Garantindo a qualidade de vida dos idosos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV de Lassance/MG visa promover a inclusão social de pessoas idosas que vivem em situação de vulnerabilidade social com ações prioritárias voltadas à promoção e à defesa dos direitos humanos, fomentando oportunidades de acesso igualitário de ações recreativas, educativas e pedagógicas, passeios inclusivos, atividades de educação física, afim de proporcionar benefícios à saúde física e mental dessa faixa etária. O projeto consiste na realização de atividades de aula de música, grupos operativos, danças integrativas, atendimento psicossocial, passeios inclusivos e turísticos, com atendimento para 80 idosos assistidos pelo SCFV. Buscaremos desenvolver uma metodologia que considere as diretrizes contidas no Estatuto do Idoso, no III Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3), na Década do Envelhecimento Saudável 2020-2030, na Política Nacional do Idoso, na Constituição Federal e em outras normativas que considere os direitos humanos da pessoa idosa. Nosso projeto vem promover atividades educativas, pedagógicas de lazer, e de educação física, além de atividades culturais voltadas a musicalidade para nosso grupo da Melhor Idade que tocam os tambores, além da bandinha da fanfarra composta por idosos. A maioria desses idosos vivem em condições precárias de vulnerabilidade, pois a única renda é advinda do BPC, deixando-os sem acesso a cultura, lazer, saúde e outros.

Instituição: LAR SAO VICENTE DE PAULO
Projeto: PROJETO ACOLHER E CUIDAR: UMA NOVA PERSPECTIVA NA TERCEIRA IDADE
Objetivo: A população idosa que até então consistia em uma minoria e era preterida em função de outras faixas etárias, passou a ser alvo de preocupação e atenção por parte dos governos de vários países, estudiosos e pesquisadores. Assim, o presente projeto intitulado “Acolher e Cuidar: Uma nova perspectiva na terceira idade”, visa promover atendimento especializado junto à 63 idosos residentes do Lar São Vicente de Paulo, visando a promoção e garantia dos direitos da pessoa idosa a partir do acesso aos cuidados com a saúde física, emocional e psíquica, reduzindo os índices de violência e violações de direitos desse público e promovendo a qualidade de vida por meio do acesso a atividades artísticas, culturais, saúde, lazer, atividades físicas e recreativas. Sabemos que diante das diversas situações de negligência, abandono e/ou condições de risco e vulnerabilidade a qual estão inseridos esses idosos, se faz urgente adotar mecanismos que garantam a efetivação dos direitos fundamentais, principalmente quando nos referimos aos cuidados com moradia, alimentação, acesso a higienização pessoal, cuidados com a saúde e atenção. O projeto consiste na realização de oficinas que proporcionem mudança no estilo de vida a partir de uma educação alimentar e nutricional diariamente, com apresentação de caderno de receitas saudáveis, de atividades de estímulo às práticas de exercícios físicos (caminhada, dança, aeróbica, entre outros), palestras educativas: Realizar palestras de incentivo a promoção de saúde e a prevenção de doenças, campanhas educativas e preventivas mobilizando toda a rede de proteção, roda de conversa sobre temas relacionados ao envelhecimento saudável, desenvolvendo encontros semanais, com a participação da equipe, além de atividade recreativas de pintura em tela, artesanato, grupos operativos, atendimento psicossocial, passeios inclusivos e turísticos, com atendimento para 63 idosos assistidos pelo Lar São Vicente de Paulo com tarde de música, dança, jogos integrativos.

Instituição: Serviço de Tecnologia Alternativa
Projeto: Florescer na Boa Idade
Objetivo: O Florescer na Boa Idade consiste na implantação de hortas comunitárias em áreas urbanas e na estruturação de quintais produtivos nas residências das pessoas idosas de comunidades periféricas do município de Olinda. E ainda, pretende atender aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, na perspectiva da segurança alimentar e nutricional, enfrentando a pobreza e as desigualdades, a partir do consumo saudável e bem estar das famílias, com base na agricultura urbana agroecológica e nas aptidões das pessoas idosas, com espaços domésticos produtivos e comunidades sustentáveis, inclusivas e participativas. Desta forma o projeto busca uma vida saudável e o envelhecimento ativo, a partir do protagonismo e da independência das pessoas idosas envolvidas, contribuindo para a socialização enquanto pessoas atuantes dentro da comunidade através do compartilhamento de vivências intergeracionais nas atividades em grupos, mutirões e cursos.

Instituição: LAR TORRES DE MELO
Projeto: Retratando a Vida: Resgate de Memórias e Emoções pela Arte
Objetivo: Este Projeto tem como objetivo central promover um envelhecimento bem-sucedido dentro de um contexto institucional, estimulando aspectos físicos, emocionais e sociais através do resgate de memórias culturais e afetivas dos participantes, contribuindo para a qualidade de vida e bem-estar das Pessoas Idosas residentes no Lar Torres de Melo. Propõe-se realizar Oficinas lúdicas, artísticas e laborais por meio de uma viagem ao tempo na infância, juventude e vida adulta dos participantes. As atividades oferecidas nas Oficinas proporcionarão estímulo e suporte ao protagonismo dos residentes, identificando seus potenciais e habilidades, resgatando e considerando seu histórico de vida. O resgate de memória cultural e afetiva será por meio de estudos históricos e resgate de momentos e experiências vivenciadas em pontos turísticos e culturais da cidade de Fortaleza, seguidas da visitação destes locais e a expressão das experiências e emoções vivenciadas através da arte, ressignificando sentimentos das Pessoas Idosas participantes. A finalização do Projeto consiste na culminância dos 12 (doze) locais visitados. As Pessoas Idosas farão uma apresentação com o conteúdo artístico produzido durante as Oficinas para expor aos demais residentes do Lar Torres de Melo a experiência vivenciada durante a período de execução do Projeto. O público contemplado será de 40 Pessoas Idosas participantes, distribuídas em 30 participantes institucionalizadas no Lar Torres de Melo e 10 Pessoas Idosas integrantes do Grupo de Fortalecimento de Vínculos Comunitários.

Instituição: GRUPO DE IDOSOS VIVER MAIS
Projeto: Fios da Vida Ano II
Objetivo: Visando desenvolver ações de empreendedorismo, por meio da produção, customização de roupas, canecas e outros utensílios personalizados, que serão comercializadas e revertidas à sua lucratividade para compras de mais matérias primas no intuito da continuidade das ações como forma de sustentabilidade da organização e incentivos aos idosos com aquisição de parte dos produtos confeccionados para incentivo a iniciação do empreendedorismo individual e/ou coletivo, fortalecendo-os economicamente e garantindo promoção do protagonismo e da autonomia financeira das pessoas idosas, com foco na inserção e reinserção produtiva, articulado transversalmente com o tema Cidadania: promoção, valorização e implementação de práticas que oportunizem o desenvolvimento pessoal, as potencialidades do envelhecimento, e a participação dos idosos na vida econômica, política e social do país. Bem como, com o tema Intergeracionalidade: promoção de interações sociais entre indivíduos de idades distintas e troca de experiências de vida, valores e princípios, e fortalecimento de laços familiares e comunitários. Sabendo-se que se trata de um tema da atualidade, há poucos programas que apoiam a inclusão, capacitação e formação empreendedora nessa faixa etária. Assim, este projeto, por meio do Grupo Viver Mais, tem função social muito importante no desenvolvimento de novos conhecimentos e do aprimoramento de suas habilidades e práticas existentes, reconhecendo e estimulando a capacidade empreendedora dessa população. Além do que, muitas pessoas querem continuar trabalhando depois de aposentadas para complementar a renda. Diante disto, consideramos que o empreendedorismo surge como uma ferramenta eficaz para esse momento, apresentando-se como uma chave para estimular nas pessoas idosas as capacidades e atitudes que as tornem cidadãs participativas, estimuladas a atividade contínua, com rentabilidade e que proporciona satisfação pessoal e social.

Instituição: Centro Poliesportivo Comunitário de Barra de Jangada
Projeto: VIDA ATIVA: MOVIMENTO E ARTE SUSTENTÁVEL PARA IDOSAS
Objetivo: O projeto é uma resposta à necessidade premente de atender às demandas específicas da população idosa, que enfrenta desafios relacionados à falta de oportunidades de lazer, socialização e práticas saudáveis. “Vida Ativa” é mais do que um projeto é uma filosofia de vida que abraçamos com paixão. Iremos proporcionar um ambiente seguro e acolhedor para participarem de atividades físicas e artísticas adaptadas às suas necessidades. Movimento é vida, e incentivamos a prática regular de atividades para o bem-estar físico e emocional de todas.Além disso, nossa abordagem se estende à arte sustentável, onde exploraremos a criatividade artística e a produção de peças artesanais, utilizando materiais locais e promovendo a consciência ambiental. Acreditamos que através da arte podemos estimular a criatividade e promove o aumento da autoestima e da qualidade de vida. O projeto "Vida Ativa" também tem um compromisso com o empreendedorismo. Muitas idosas têm pequenos empreendimentos ou desejam iniciar novos negócios. Portanto, ofereceremos orientação e apoio na educação financeira e nas estratégias de empreendedorismo, capacitando nossas participantes para alcançarem o sucesso em suas empreitadas comerciais. A utilização das mídias sociais, além de proporcionar mais conhecimento e segurança, também é uma forte ferramenta de combate ao isolamento. Acreditamos que a promoção da cidadania é essencial para o fortalecimento da autonomia e participação social das pessoas idosas. Por isso, o projeto contempla ações que visam desenvolver habilidades de cidadania, como palestras sobre direitos humanos e atividades que estimulam a participação ativa na família e comunidade. Ao longo do projeto, serão monitorados indicadores, de participação, sobre o bem-estar físico e mental das usuárias. O impacto esperado é a melhoria da qualidade de vida, o fortalecimento de laços familiares e sociais, a conscientização ambiental, fortalecimento das ações empreendedoras e o estímulo à cidadania ativa

Instituição: Erick Aragão Ribeiro / Associação Beneficente Casa da União Coração de Maria
Projeto: Leitura Digital
Objetivo: O projeto “Leitura digital” é uma iniciativa que propõe a realização de oficinas de leitura e inclusão digital de idosos de forma integrada e inovadora através de um software didático chamado “Luz do saber”. A iniciativa se integra a uma rede de alfabetização e inclusão digital que em oito anos já alfabetizou mais de oito mil pessoas em nove estados brasileiros (MS, MT, MG, AC, BA, RJ, RS, RO e SP), através de uma proposta pedagógica voltada para analfabetos absolutos e funcionais, com baixos níveis de evasão escolar. O projeto visa dar continuidade às atividades de alfabetização realizadas com os idosos para que eles possam ter fluência na leitura. As atividades deste projeto serão realizadas em comunidades nas cidades de Cascavel, Caucaia, Maranguape e Fortaleza, proporcionando a 80 idosos, a oportunidade de participarem de grupos de leitura e a saber utilizar um computador para aprimorar a leitura e escrita. As oficinas de leitura tem duração 200 horas em cada localidade. Ao final do projeto os idosos recebem uma declaração de participação e podem continuar seus grupos de leitura.

Instituição: Centro de Desenvolvimento e Cidadania CDC
Projeto: Longevidade Cultivando o Bem Viver
Objetivo: Somos o Centro de Desenvolvimento e Cidadania - CDC, uma organização sem fins lucrativos que há mais de 20 anos promove ações de inclusão social e tecnológica em Pernambuco. Desde 2017, estruturamos ações e metodologias para promover a integração e a participação dos idosos, sejam de coletivos e associações ou residentes em Instituições de Longa Permanência (ILPI), na sociedade. Nossa missão é promover a transformação social a partir da promoção da cidadania. Para isso, buscamos fomentar ações que buscam ampliar e fortalecer a participação social nos processos de formulação, execução e monitoramento de políticas públicas com o objetivo de estabelecer uma rede de proteção e garantia de direitos dos idosos no estado. Assim, neste mesmo eixo, o projeto "Longevidade cultivando o bem viver" vai contribuir para efetivação dos direitos da pessoa idosa, afirmando-a como sujeitos de direitos e de atenção integral, na perspectiva dos direitos humanos, na qualificação e fortalecimento das políticas públicas. Para isso, atuará em três frentes: 1) com idosos que residem em lares coletivos (ILPI) ou que participam de grupos culturais e sociais, 2) com profissionais que atuam com idosos e 3) com o conselho de direitos e seus gestores. Para se efetivar esses desejos, está prevista a realização de oficinas e formações que visam promover o bem viver de forma integral associadas ao bem-estar, à alimentação, socialização e formação de idosos e profissionais que atuam com o segmento nas mais de 700 atividades para os 536 beneficiários, sendo oficinas, rodas de diálogo, encontros e audiências públicas. Por fim, este projeto também prevê registros (textuais e visuais) das práticas construídas e, para compartilhá-las e aprimorá-las, realizaremos seminários estaduais, jornadas formativas e publicações de materiais educativos, visando um intercâmbio de boas práticas promovendo a troca de experiência entre instituições de todo o estado, além de conteúdos audiovisuais ao longo da execução.

 
ConveniosWeb - 2.9.5.1 Tectrilha Software© - 2022