Informes Socioambientais Informes Socioambientais

Divulgação de Informes, eventos e acontecimentos relacionados a preservação do Meio Ambiente.
Veja no Site “Acesso à Informação” um resumo dos projetos sociais apoiados no âmbito das linhas da Criança/Adolescente (FIA), Idoso, Esporte, Pronon e Pronas/PCD.

Resultado dos Editais BNB FIA 2016 e BNB Fundos dos Direitos do Idoso 2016

Informamos que em 20/12/2016, a Diretoria Executiva do Banco do Nordeste, aprovou o resultado da seleção dos projetos que concorreram ao Edital BNB FIA 2016 e Edital BNB Idoso 2016.

Para o Edital do FIA inscreveram-se 121 projetos e para o Edital do Idoso concorreram 24 projetos, que foram analisados por uma equipe da Superintendência / Ambiente de Políticas de Desenvolvimento, seguindo as condições e critérios do edital.

Campanhas FIA e Idoso 2016: transforme parte do seu imposto de renda em solidariedade

Que tal destinar parte de seu Imposto de Renda devido para ajudar crianças, adolescentes e idosos em situação de risco e vulnerabilidade social?

Então, não deixe de participar das Campanhas Fundos da Infância e Adolescência (Fia) e Fundos dos Direitos do Idoso, causas que o Banco do Nordeste apoia desde 2007 e 2013, respectivamente.  

A doação é cobrada em forma de desconto integral no Imposto de Renda devido, até o limite de 6% para pessoas físicas (considerando as duas causas, FIA e Idoso) e de 1% para pessoas jurídicas.

O apoio ao Fia e aos Fundos dos Direitos do Idoso faz parte do cumprimento das ações propostas na Política de Responsabilidade Socioambiental (PRSA) do Banco do Nordeste.

A PRSA preconiza que o Banco deve promover, apoiar e difundir iniciativas, programas e projetos socioambientais, bem como estimular a participação de colaboradores, aposentados e parceiros.

Para doar:
- Verifique se, como contribuinte, você preenche os requisitos legais: utilizar o formulário completo de declaração, no caso de pessoa física, ou ser tributado pelo lucro real, no caso de pessoa jurídica.
- Escolha o Fundo que deseja apoiar por meio de sua contribuição:
    - Folheto da Campanha FIA 2016
    - Folheto da Campanha do Idoso 2016
- Confira os dados bancários do Fundo (banco, agência, conta corrente e CNPJ) e deposite o valor desejado;
- Deposite o valor desejado na conta do corrente do Fundo escolhido, até 29 de dezembro;
- Entregue uma cópia do comprovante de depósito ao facilitador de sua unidade/agência, contendo os seus dados (nome, CPF/CNPJ, endereço e telefone);
- O facilitador deverá enviar seu comprovante de depósito ao(s) Fundo(s) que você escolheu, para que seja emitido o recibo de contribuição, e também à célula de Meio Ambiente, Inovação e Responsabilidade Social;
- O recibo de contribuição emitido pelo Conselho/Fundo será entregue ao doador, que deverá arquivá-lo para futura comprovação junto à Receita Federal;
- No ato da declaração, em 2017, informe o valor doado para ser deduzido totalmente do seu Imposto de Renda devido.

Conheça o Edital Fia 2016 aprovado pela Diretoria Executiva do Banco do Nordeste:

 

Resultado dos Editais FIA 2015/661-036 e Idoso 2015/661-037

Informamos que em 15/12/2015, a Diretoria Executiva do Banco do Nordeste, aprovou o resultado da seleção dos projetos que concorreram ao Edital FIA 2015/661-036 e Idoso 2015/661-037.

Para o Edital do FIA inscreveram-se 70 projetos e para o Edital do Idoso concorreram 17 projetos, que foram analisados por uma equipe do ETENE / Ambiente de Políticas de Desenvolvimento, seguindo as condições e critérios do edital.

Consulte os projetos agraciados no link abaixo:

Projetos Selecionados FIA e Idoso 2015

Esclarecimentos adicionais: relacionamento@bnb.gov.br - www.bnb.gov.br - (85) 3299.3572 / 3299.5116.

 

Resultado dos Editais FIA 2015/661-036 e Idoso 2015/661-037

Comunicamos que a divulgação da relação dos fundos selecionados por meio dos Editais FIA 2015/661-036 e Idoso 2015/661-037  será publicada nesta página http://www.bnb.gov.br/web/guest/informes-socioambientais e está prevista até o dia 16 de dezembro de 2015.


Banco do Nordeste lança Campanha FIA - Idoso 2015.

Contribuindo para o Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente - FIA você beneficia crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade social.

Fazendo doações para o Fundo do Idoso você contribui para idosos que estão em situação de vulnerabilidade social.

Veja mais informações clicando nos links abaixo:

Campanha FIA 2015 - Banco do Nordeste

Campanha de Apoio ao Idoso 2015 - Banco do Nordeste

Campanha FIA 2015 - Relação de Fundos Sugeridos


 

Conheça o Edital do Idoso 2016 aprovado pela Diretoria Executiva do Banco do Nordeste:

Consulte nos links abaixo os Editais do FIA e IDOSO 2015, que vão destinar até R$1,3 milhão para o FIA e R$1,3 milhão para Fundos do Idoso.

Esporte

O Banco do Nordeste, com base na Lei de Incentivo ao Esporte (nº 11.438/06), selecionou quatro projetos esportivos a serem implantados no ano de 2015. A seleção foi realizada pelo ETENE-Ambiente de Políticas de Desenvolvimento, contemplando projetos previamente aprovados pelo Ministério do Esporte. Dentre os critérios utilizados, o caráter social inclusivo, o grau de relevância para a localidade de execução e o público-alvo jovem de baixa renda.

 

No total, R$ 606,7 mil serão investidos este ano pelo Banco, com base em incentivo fiscal. As cidades beneficiadas são Crato (CE), João Pessoa (PB), Diamantina (MG) e Itamarandiba (MG), todas da área de atuação regional do BNB.  Os projetos apoiados possuem um caráter social inclusivo para o público infanto-juvenil de baixa renda e conta com atividades auxiliares ao processo educacional de formação cidadã ou de participação, integração e lazer.

 

No Crato, o Projeto Cultura, Esporte e Lazer de Crato (PROCELC) visa democratizar o acesso às práticas esportivas, ampliando a jornada de atividades disponíveis na região. “O apoio por meio da Lei de Incentivo ao Esporte é uma forma das empresas viabilizarem iniciativas de projetos esportivos e sociais validados, sem necessidade de comprometer recursos financeiros adicionais, já que envolve renúncia fiscal do Governo Federal”, afirma o superintendente do ETENE, Fran Bezerra.

 

Em João Pessoa, o projeto Natação Cidadã: levando a natação do litoral ao sertão pretende ser um forte incentivo à população na adoção de um estilo de vida saudável, por meio da prática esportiva. Através dos recursos investidos, será possível capacitar profissionais de educação física ao ensino de esportes aquáticos na Paraíba e criar melhores condições para o treinamento de crianças e adolescentes.

 

Já em Minas Gerais, os projetos Esporte Escolar Mini Atletismo Vale do Jequitinhonha, em Diamantina, e Esporte e Educação, um Pacto Cidadão, em Itamarandiba, farão a diferença na vida dos jovens das respectivas cidades. O primeiro investirá na capacitação de 465 profissionais de educação física em 31 municípios abrangidos pelo Vale do Jequitinhonha, atendendo 1984 crianças. O segundo, oferecerá atividades esportivas complementares à formação socioeducativa, a exemplo de basquete, boxe, capoeira, futebol society, futsal, handebol, hip hop e jiu jitsu.

 

“O Banco do Nordeste quer colaborar e investir cada vez mais na formação e ocupação dos(as) jovens nordestinos(as), muitas vezes, vulneráveis a um ambiente que não permite o desenvolvimento de práticas esportivas para o desenvolvimento de potencialidades naturais ou mesmo para o lazer e integração social. Esses projetos certamente fomentarão uma nova geração de cidadãos comprometidos com a saúde e o esporte”, acrescenta o Superintendente.

Imagens do Projeto Cultura, Esporte e Lazer de Crato –PROCELC, em Crato-CE, um dos projetos apoiados pelo BNB.

. Resultado Edital BNB Fundos do Idoso 2014

. Resultado Edital BNB FIA 2014


Banco do Nordeste divulga seu Relatório de Sustentabilidade

O Banco do Nordeste disponibilizou, em sua página na Internet, o Relatório Anual de Sustentabilidade, que apresenta a visão e a opinião de clientes, funcionários, fornecedores, sociedade, comunidade e outros stakeholders da instituição acerca das práticas de governança corporativa e de responsabilidade socioambiental do Banco do Nordeste em 2013.

O relatório está alinhado às diretrizes da Global Report Initiative (GRI), organismo internacional que visa abordar as práticas de relatórios de sustentabilidade, de maneira que investidores, analistas de mercado e a sociedade civil organizada passem a considerar as informações sociais e ambientais em suas avaliações, além do desempenho econômico-financeiro das empresas.

O Relatório de Sustentabilidade do Banco do Nordeste 2013 passou por um processo de asseguração, por meio de auditoria externa da empresa EY (Ernest & Young), que confirmou a legitimidade, confiabilidade, exatidão, e clareza do conteúdo do relatório. A elaboração do Relatório de Sustentabilidade do Banco do Nordeste é realizada pelo Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene).

Nesta edição, o nível de classificação de produção do relatório passou de “C” para “B”, considerando o padrão Global Report Initiative (GRI). Isso reflete respostas a todos os 42 indicadores que descrevem o perfil da empresa, entre eles a apresentação das principais marcas, produtos e serviços e a descrição dos principais impactos, riscos e oportunidades.

O relatório também apresenta pontos de destaque e reconhecimento conferidos ao Banco do Nordeste ao longo de 2013. Merece destaque a aderência ao Cadastro Empresa Pró-Ética, uma iniciativa da Controladoria- Geral da União e do Instituto Ethos, que avalia a existência de mecanismos institucionais de empresas para reduzir os riscos de ocorrência de fraude e corrupção.

Um reconhecimento relevante foi a premiação, em outubro passado, como uma das 150 empresas com as melhores práticas em Gestão de Pessoas no Brasil. A certificação, promovida pela Editora Gestão & RH, reconhece o trabalho desenvolvido pelos profissionais de recursos humanos em todo o País.

Para o superintendente do Etene, Fran Bezerra, “o relatório revela de forma transparente e confiável como o Banco do Nordeste atua, sendo um instrumento fundamental para quem precisa conhecer, de forma global, as ações socioambientais que o Banco adota em seus processos de trabalho”.

 

Grupo artístico conscientiza crianças para o enfrentamento da violência sexual

03/06/2014 - Com apoio do Banco do Nordeste, o Grupo Cultural Axé de Kilú – G.CAK realiza o projeto “Multiplicar para Enfrentar”, ação de enfrentamento às diversas formas de violações dos direitos humanos de crianças e adolescentes, proporcionando a este público atividades nas áreas de cultura, cidadania e direitos humanos.

O projeto atende a mais de 150 crianças e adolescentes, com a realização de oficinas e palestras em sua sede, que fica no bairro Santa Tereza, na cidade de Olinda e no Clube das Mães, como também em comunidades vizinhas, como Ponte Preta e Vila Popular.

O grupo busca canalizar forças e fornecer subsídios para a prevenção e enfrentamento ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, já que esse é considerado o mais difícil a ser enfrentado, exercitando a cidadania como direito de todos.

“Nós do G.CAK percebemos que a comunidade de Santa Tereza apresenta altos índices de abuso e exploração sexual, e a maioria desses agressores é formada por pessoas próximas à vítima. Para tentar amenizar essa situação, o projeto promove ações socioeducativas, monitora e encaminha os casos de violação de direitos aos órgãos competentes”, declarou Rubem Tavares, coordenador pedagógico do projeto.

A violência sexual é considerada, nas situações de abuso, violação e assédio sexual. É crime na forma da lei com sanções previstas no Código Penal e no Estatuto da Criança e do Adolescente.

O grupo também realiza atividades como roda de diálogos para alertar a comunidade sobre a situação. Duas vezes por semana ocorre evento, onde os jovens assistem a um vídeo relacionado ao tema do projeto seguido de um debate. Além dessas atividades, o G.CAK realiza oficinas de percussão para 20 crianças três vezes por semana.

 

BNB sedia Seminário pela Coleta Seletiva e Inclusão de Catadores

30/05/2014 - No último dia 30 de maio, o Banco do Nordeste sediou, em seu miniauditório, em Fortaleza (CE), o III Seminário das Instituições Federais pela Coleta Seletiva e Inclusão Socioprodutiva de Catadores.

O evento foi realizado considerando o cumprimento do Decreto nº5.940/2006 que “institui a separação dos resíduos recicláveis descartados pelos órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta, na fonte geradora, e a sua destinação às associações e cooperativas dos catadores de materiais recicláveis”.

O seminário contou com a participação de diversas instituições federais, como Justiça Federal, Ministério Público Federal, TRT, Chesf, INSS, Secretaria das Cidades do Estado do Ceará e Secretaria de Urbanismo de Meio Ambiente de Fortaleza.

Na ocasião, o assessor da Secretaria Geral da Presidência da República, Francisco Nascimento, que participa do Comitê Interministerial para Inclusão Social e Econômica dos Catadores de Materiais Reutilizáveis e Reciclagem, ressaltou sobre a responsabilidade que todas as organizações públicas e privadas da sociedade têm perante o Decreto da Coleta Seletiva e a Lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Ele também falou sobre os avanços sociais que aconteceram após esses dispositivos e dos grandes desafios que ainda existem para que todos possam cumprir o sentido dessas leis.

Durante a reunião, o gerente da Célula de Meio Ambiente, Inovação e Responsabilidade Social, Francisco Sobrinho apresentou a forma como o Banco do Nordeste vem conduzindo a Coleta Seletiva em suas unidades, como exemplo de demonstração para as outras instituições públicas.

 

Vencedores do Prêmio Práticas Socioambientais homenageados em Videoconferência

27/05/14 - Na tarde da última terça-feira (27/05), representantes das unidades do Banco do Nordeste, vencedoras do Prêmio Práticas Socioambientais, foram homenageados, em videoconferência, que aconteceu nos auditórios das Videoconferências e transmissão pela Intranet.

O objetivo do encontro foi apresentar as iniciativas agraciadas, bem como realizar a entrega formal dos prêmios. Após a abertura realizada por Cássia Regina Xavier, Gerente Executiva da Célula de Meio Ambiente, Inovação e Responsabilidade Social, cada unidade teve a oportunidade de disseminar sua ação, além de conhecer as outras práticas premiadas.

A segunda edição do Prêmio Práticas Socioambientais agraciou 20 ações, dentre as diversas inscritas.  Das principais práticas, destacaram-se a racionalização de processos de trabalhos, a economia de papel, abolição de copos descartáveis, o uso sustentável de recursos e o apoio social e financeiro para entidades filantrópicas, contando com o apoio de muitos colaboradores que tem afinidade com a temática socioambiental nas diversas unidades do Banco.

As ações premiadas receberam troféu de reconhecimento, que, este ano, foi confeccionado de forma inteiramente artesanal. “O troféu tem um grande valor simbólico, contempla a realidade do nosso povo. O cenário desenhado no Prêmio reflete uma cultura de sustentabilidade”, destacou Cássia Regina.

Idealizado em 2012, o Prêmio Práticas Socioambientais visa reconhecer iniciativas concretas de responsabilidade socioambiental (RSA) desenvolvidas em suas diversas unidades, que sejam relevantes e possibilitem o surgimento de novas ações.