Eficiência técnica e de escala do sistema único de saúde nos municípios do Nordeste brasileiro

Wescley de Freitas Barbosa, Eliane Pinheiro de Sousa

Resumo


Este estudo determina os escores de eficiência técnica e de escala do Índice de Desempenho do Sistema Único de Saúde (IDSUS) nos municípios do Nordeste brasileiro. Para atender a esse objetivo proposto, empregou-se o modelo de Análise Envoltória de Dados (DEA) para 1.790 municípios do Nordeste, agrupados pelo Ministério da Saúde por meio do método de Clusters em seis grupos com características socioeconômicas, condições sociais e estruturas do sistema de saúde do município homogêneas. Utilizaram-se dados secundários obtidos pelo Portal da Saúde, pelo Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS) e pelo Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde do Brasil (CNES), disponibilizados pelo Ministério da Saúde. Os resultados indicam que os municípios nordestinos com maiores índices referentes às especificidades e diferenças socioeconômicas (IDSE), às condições sociais (ICS) e à estrutura do sistema de saúde do município (IESSM) apresentaram, em média, os melhores escores de eficiência técnica e de escala do Índice de Desempenho do Sistema Único de Saúde (IDSUS) nos municípios do Nordeste brasileiro.


Palavras-chave


Eficiência Técnica; Eficiência de Escala; DEA; Sistema Único de Saúde.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Flag Counter