Economia baiana: configuração estrutural e desempenho recente

Autores

  • Luiz Ricardo Mattos Teixeira Cavalcante Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - Ipea

Palavras-chave:

Crescimento Econômico – Bahia, Incentivos Fiscais – Bahia, Atração de Investimentos – Bahia.

Resumo

Após o esgotamento do modelo de industrialização empregado entre as décadas de 1950 e 1980, a Bahia adotou, na década de 1990, uma estratégia de desenvolvimento econômico que procurou privilegiar setores voltados para a produção de bens finais e a integração de cadeias produtivas no Estado. Este trabalho procura identificar os elementos que constituíram a base da configuração estrutural da economia baiana e discutir o seu desempenho ao longo da década de 1990. Argumenta-se que a configuração estrutural herdada do período entre 1950 e 1980, os movimentos de abertura comercial e desregulamentação econômica observados no país ao longo da década de 1990 e a atração de investimentos baseada numa política de incentivos fiscais são os elementos fundamentais para a compreensão do desempenho recente da economia do Estado.

Biografia do Autor

Luiz Ricardo Mattos Teixeira Cavalcante, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - Ipea

Possui graduação em Engenharia Química pela Universidade Federal da Bahia (1991), mestrado em Administração pela Universidade Federal da Bahia (1997) e doutorado em Administração pela Universidade Federal da Bahia (2004) com estágio de pesquisa na University of Illinois at Urbana-Champaign. Atualmente é Consultor Legislativo do Senado Federal na área de economia. Atuou como Técnico de Planejamento e Pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) entre 2009 e 2014. Foi Professor Adjunto da Universidade de Brasília (UnB). Tem experiência nas áreas de crescimento e desenvolvimento econômico, desenvolvimento regional, ciência, tecnologia e inovação e finanças, nas quais tem diversas publicações em livros e periódicos.

Downloads

Publicado

2017-12-14

Como Citar

Cavalcante, L. R. M. T. (2017). Economia baiana: configuração estrutural e desempenho recente. Revista Econômica Do Nordeste, 35(1), 77–93. Recuperado de https://www.bnb.gov.br/revista/ren/article/view/761

Edição

Seção

Artigos