Investimentos Sociais e Esportivos Investimentos Sociais e Esportivos

O Banco do Nordeste, desde 2007, apoia projetos socias de entidades sem fins lucrativos, dentro de cinco linhas de incentivos fiscais: Fundo da Infância e Adolescência (FIA), Fundo dos Direitos do Idoso, Lei de Incentivo ao Esporte, Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon) e Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (Pronas/PCD).


Consulte os projetos apoiados


Confira as notícias dos projetos apoiados


Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente

O Banco do Nordeste aporta recursos financeiros aos Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente (Fundo da Infância e Adolescência - FIA) via editais. Os recursos, geridos pelos Conselhos Nacional, Estaduais e Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente, são destinados a projetos sociais, beneficiando crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade social.

Desde 2007, já destinou cerca de R$ 8,95 milhões ao FIA, beneficiando 175 projetos e cerca de 22.660 crianças e adolescentes de baixa renda. Além do aporte institucional, propiciando a ampliação de uma rede cidadã, o Banco vem realizando, desde 2008, campanhas envolvendo colaboradores(as), clientes e parceiros, visando incentivar destinações adicionais aos Fundos, tendo arrecadado cerca de R$ 3,58 milhões. Em 2017, a Campanha FIA arrecadou mais de R$ 471 mil.

Lei de Incentivo ao Esporte

O Banco do Nordeste, desde 2009, destina recursos financeiros com base na Lei de Incentivo ao Esporte (Lei nº 11.438/2006), em favor de projetos esportivos localizados em sua área de atuação e que utilizem o esporte como ferramenta de inclusão social, principalmente, para o público infanto-juvenil.

O montante destinado pela Instituição, acumulado desde 2009, já ultrapassa a marca de R$ 8,033 milhões, contemplando 44 projetos e mais de 29 mil crianças e adolescentes de baixa renda.

Lei de Incentivo ao Idoso

Desde 2013, o Banco do Nordeste apoia a causa do Idoso, via editais, por meio de projetos que foram apresentados pelos Conselhos Nacional, Estaduais e Municipais do Idoso, disponibilizando R$ 3,46 milhões para 39 projetos que visam a proteção de pessoas idosas de baixa renda em sua área de atuação, beneficiando 5.865 idosos.

Desde 2014, o Banco do Nordeste, além de fazer a sua doação, também mobiliza campanhas junto a seus colaboradores, clientes e parceiros, tendo conseguido mais de 400 doações e arrecadado mais de R$ 493 mil.

Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon) e Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (Pronas/PCD)

Em 2015, o Banco do Nordeste passou a apoiar projetos sociais na área de saúde, por meio de incentivos fiscais, com base na Lei nº 12.715, de 17/09/2012, que criou os programas Pronon e Pronas/PCD, tendo destinado R$ 1,505 milhão, apoiando seis projetos beneficentes, previamente aprovados pelo Ministério da Saúde, sendo três voltados para a prevenção e o combate ao câncer e três para estimular e desenvolver a prevenção e a reabilitação da pessoa com deficiência.

Os projetos foram selecionados segundo critérios de caráter social inclusivo para as mais de 4.000 pessoas beneficiadas, de baixa renda, com câncer ou portadoras de deficiência, respectivamente.