Seja Nosso Cliente Seja Nosso Cliente

Abra a sua conta corrente. São poucos passos:

1 Realize a abertura da conta ou o cadastro (Online ou Presencial)

Antes de iniciar, por favor, veja a relação de documentos para pessoa física e para pessoa jurídica.
Ao finalizar o cadastro você receberá mensagens por SMS e por e-mail.

Online

  • Para você pessoa física (maior de 18 anos)
Relação de documentos

a) Registro Geral (RG) ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou Passaporte expedido pelo Departamento de Polícia Federal;

Observação: apresentar preferencialmente o RG. Os dados e a foto do documento devem estar legíveis.

b) Fatura de água e esgoto ou gás ou energia elétrica ou telefone fixo ou celular;

Observação: contas de concessionárias de serviços públicos, com vencimento de no máximo 180 dias antes da data da sua entrega ao Banco.

c) Comprovante de renda;

Observação c1: apresentar o mais recente. Preferencialmente a declaração do Imposto de Renda ou contra cheque.

Observação c2: os documentos comprobatórios dos bens móveis e ou imóveis, a serem oferecidos em garantia, como matrícula atualizada do imóvel, podem ser juntados no mesmo arquivo de comprovação de renda.

d) Certidão de casamento.


Abrir Conta e Cadastro  ou  Só Cadastro


  • Para você Micro Empreendedor Individual (CNPJ MEI)
Relação de documentos

1. Documento constitutivo

a) Certificado da Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI).

Observação: Para fins de comprovação também é válida a consulta eletrônica sobre a situação de CCMEI.

b) Certificado de participação no SIMPLES NACIONAL.

Observação: Para fins de comprovação também é válida a consulta eletrônica que comprove esta situação, quando a forma de tributação declarada pela empresa for pelo SIMPLES (comprovação da forma de tributação).

2. Relação da quantidade de empregados (um dos documentos abaixo)

a) Relação Anual de Informações Sociais - RAIS;

b) Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social - GFIP;

c) Quantidade de empregados informados na Proposta de Cadastro em formulário impresso;

Observação: está declaração é dispensada quando a solicitação de cadastro for digital.

d) Declaração do cliente informando a quantidade de empregados da sua empresa;

e) Declaração da agência informando a quantidade de empregados da empresa do cliente.

Observação: esta declaração é dispensada quando a solicitação de cadastro for digital.

3. Faturamento

a) Declaração Anual do SIMPLES NACINAL - DASN-SIMEI;

Observação: caso o cliente ainda não possua essa declaração, é válido o Relatório Mensal das Receitas Brutas.

b) Demonstrativo de Receitas Projetadas para empresa em implantação - Versão 07/2018

Observação: esse documento deve ser assinada apenas pelo titular da empresa.

Observação aos itens "a" e "b": os documentos comprobatórios dos bens móveis e ou imóveis, a serem oferecidos em garantia, como matrícula atualizada do imóvel, podem ser juntados no mesmo arquivo de um desses documentos acima.

4. Comprovante de endereço

a) Faturas água e esgoto, gás, energia elétrica, telefone fixo ou celular;

Observação a1: contas de concessionárias de serviços públicos, com vencimento de no máximo 180 dias antes da data da sua entrega ao Banco;

Observação a2: se a empresa (cliente) for MEI, o comprovante de endereço da pessoa física pode ser utilizado como comprovação de endereço da atividade empresarial.

b) Certificado da Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI);

Observação: é o mesmo documento relacionado no item "1. Documento constitutivo, alínea "a".

c) Comprovante de inscrição e o da situação cadastral do CNPJ.

Observação: emitido pela Secretaria da Receita Federal do Brasil e que apresente o lugar de sua sede.


Abrir Conta e Cadastro MEI  ou  Só Cadastro MEI


  • Para você Pessoa Jurídica (exceto MEI)
    Para as demais empresas, realize somente o cadastro.
    Documentos necessários para:
Empresário Individual

1. Documento constitutivo

a) Requerimento de empresário e suas alterações;

b) Documento de arrecadação de receitas federais - DARF;

c) Recibo de entrega à Receita Federal da Escrituração Contábil Fiscal - ECF;

Observação: acompanhado da página que consta o Registro 0010 - Parâmetros de Tributação.

d) Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais - DCTF;

Observação: pelo menos um dos documentos das alíneas "b", "c" e "d" são obrigatórios para comprovar a forma de tributação declarada pela empresa, que seja com base no LUCRO REAL ou LUCRO PRESUMIDO.

e) Certificado de participação no SIMPLES NACIONAL.

Observação: é válida a consulta eletrônica que comprove a situação da forma de tributação.

2. Relação da quantidade de empregados (um dos documentos abaixo):

a) Relação Anual de Informações Sociais - RAIS;

b) Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social - GFIP;

c) Quantidade de empregados informados na Proposta de Cadastro em formulário impresso;

Observação: é dispensada quando a solicitação de cadastro for digital.

d) Declaração do cliente informando a quantidade de empregados da sua empresa;

e) Declaração da agência informando a quantidade de empregados da empresa do cliente.

Observação: é dispensada quando a solicitação de cadastro for digital.

3. Faturamento

3.1. Tributado pelo SIMPLES NACIONAL

a) Balanço Patrimonial (BP) e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE);

Observação: acompanhados de um dos documentos fiscais nas alíneas "b" e "c" deste item, que comprovem o faturamento declarado na DRE (o BP e a DRE são obrigatórios quando o faturamento for maior que R$ 4.800.000,00);

b) Documento gerado no PGDAS-D (Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional - Declaratório);

Observação: acompanhado do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil.

c) Escrituração Contábil Digital - ECD.

Observação: o ECD se refere ao Balanço Patrimonial (BP) e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), declarados à Receita Federal do Brasil;

Observação aos itens "a", "b" e "c": os documentos comprobatórios dos bens móveis e ou imóveis, a serem oferecidos em garantia, como matrícula atualizada do imóvel, podem ser juntados no mesmo arquivo de um desses documentos acima.

3.2. Tributado pelo Lucro Presumido

a) Balanço Patrimonial (BP) e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE);

Observação: o BP e a DRE devem ser acompanhados de um dos documentos fiscais das alíneas "b" ou "c" ou "d" deste item 3.2., que comprovem o faturamento declarado na DRE ou publicados em jornais ou revistas de grande circulação, ou publicados e disponíveis na página da internet da CVM - Comissão de Valores Mobiliários ou da BOVESPA - Bolsa de Valores de

São Paulo ou Auditados, com o parecer devidamente assinado pelos auditores independentes, sendo dispensada a assinatura para o caso de cadastro de instituição financeira (o BP e a DRE são obrigatórios quando o faturamento for maior que R$ 4.800.000,00).

b) Escrituração Contábil Fiscal - ECF (Exercícios a partir de 2014) ou

c) Escrituração Fiscal Digital – EFD ou;

Observação: a EFD deve vir acompanhada das contribuições dos Registros Fiscais - Consolidação das Operações por CST ou das contribuições dos Registros Fiscais - Consolidação das Operações por CST, alíquota e bloco (cujo envio a RFB é mensal).

d) Escrituração Contábil Digital - ECD.

Observação: a ECD se refere ao Balanço Patrimonial (BP) e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), declarados à Receita Federal do Brasil.

Observação aos itens "a", "b", "c" e "d": os documentos comprobatórios dos bens móveis e ou imóveis, a serem oferecidos em garantia, como matrícula atualizada do imóvel, podem ser juntados no mesmo arquivo de um desses documentos acima.

3.3. Tributado pelo Lucro Real

a) Balanço Patrimonial (BP) e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE);

Observação: o BP e a DRE devem ser acompanhados de um dos documentos fiscais das alíneas "b" ou "c" ou "d" deste item 3.3., que comprovem o faturamento declarado na DRE ou publicados em jornais ou revistas de grande circulação, ou publicados e disponíveis na página da internet da CVM - Comissão de Valores Mobiliários ou da BOVESPA - Bolsa de Valores de São Paulo ou Auditados, com o parecer devidamente assinado pelos auditores independentes, sendo dispensada a assinatura para o caso de cadastro de instituição financeira (o BP e a DRE são obrigatórios quando o faturamento for maior que R$ 4.800.000,00).

b) Escrituração Contábil Fiscal - ECF (Exercícios a partir de 2014) ou

c) Escrituração Fiscal Digital – EFD ou;

Observação: a EFD deve vir acompanhada das contribuições dos Registros Fiscais - Consolidação das Operações por CST ou das contribuições dos Registros Fiscais - Consolidação das Operações por CST, alíquota e bloco (cujo envio a RFB é mensal).

d) Escrituração Contábil Digital - ECD.

Observação: a ECD se refere ao Balanço Patrimonial (BP) e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), declarados à Receita Federal do Brasil.

e) Demonstrativo de Receitas Projetadas para empresa em implantação - Versão 07/2018

Observação: esse documento deve ser assinado apenas pelo representante legal da empresa e respectivo contador, com a indicação do número no Conselho Regional de Contabilidade (CRC).

Observação aos itens "a", "b", "c", "d" e "e": os documentos comprobatórios dos bens móveis e ou imóveis, a serem oferecidos em garantia, como matrícula atualizada do imóvel, podem ser juntados no mesmo arquivo de um desses documentos acima.

4. Comprovante de endereço

a) Faturas água e esgoto, gás, energia elétrica, telefone fixo ou celular;

Observação: contas de concessionárias de serviços públicos, com vencimento de no máximo 180 dias antes da data da sua entrega ao Banco;

b) Declaração e Recibo de Rendimentos para fins do Imposto de Renda referente ao ano-calendário corrente;

Observação: quando a informação for inserida no sistema nos meses de janeiro a abril, poderá ser aceita a Declaração de Rendimentos do ano-calendário anterior;

c) Documentos constitutivos;

d) Comprovante de inscrição e o da situação cadastral do CNPJ.

Observação: emitido pela Secretaria da Receita Federal do Brasil e que apresente o lugar de sua sede.

Empresa Individual de Responsabilidade Limitada

1. Documento constitutivo

a) Ato constitutivo de empresa individual de responsabilidade limitada;

Observação: apresentar também todas as suas alterações ou, caso conste a consolidação do ato constitutivo em alguma de suas alterações posteriores.

b) Regimento e/ou Regulamento do funcionamento da pessoa jurídica, se houver;

c) Ato de nomeação dos administradores;

Observação: quando a nomeação não for feita pelo contrato social;

d) Documento de arrecadação de receitas federais - DARF;

e) Recibo de entrega à Receita Federal da Escrituração Contábil Fiscal - ECF;

Observação: acompanhado da página que consta o Registro 0010 - Parâmetros de Tributação.

f) Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais - DCTF;

Observação: pelo menos um dos documentos das alíneas "d", "e" e "f" são obrigatórios para comprovar a forma de tributação declarada pela empresa, que seja com base no LUCRO REAL ou LUCRO PRESUMIDO.

g) Certificado de participação no SIMPLES NACIONAL.

Observação: é válida a consulta eletrônica que comprove a situação da forma de tributação.

h) Documentação pertinente à cadeia de controle da pessoa jurídica.

Observação: caso a empresa possua outras empresas em sua composição societária, é necessário que sejam enviados os documentos constitutivos destas empresas até que chegue ao beneficiário final, pessoa física ou uma pessoa jurídica de direito público, ou uma pessoa jurídica caracterizada como sociedade anônima de capital aberto, sociedade cooperativa, associação, fundação privada ou partido político ou fundo de investimento.

2. Relação da quantidade de empregados (um dos documentos abaixo):

a) Relação Anual de Informações Sociais - RAIS;

b) Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social - GFIP;

c) Quantidade de empregados informados na Proposta de Cadastro em formulário impresso;

Observação: é dispensada quando a solicitação de cadastro for digital.

d) Declaração do cliente informando a quantidade de empregados da sua empresa;

e) Declaração da agência informando a quantidade de empregados da empresa do cliente.

Observação: é dispensada quando a solicitação de cadastro for digital.

3. Faturamento

3.1. Tributado pelo SIMPLES NACIONAL

a) Balanço Patrimonial (BP) e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE);

Observação: acompanhados de um dos documentos fiscais nas alíneas "b" e "c" deste item 3.1., que comprovem o faturamento declarado na DRE (o BP e a DRE são obrigatórios quando o faturamento for maior que R$ 4.800.000,00).

b) Documento gerado no PGDAS-D (Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional - Declaratório);

Observação: acompanhado do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil.

c) Escrituração Contábil Digital - ECD.

Observação: a ECD se refere ao Balanço Patrimonial (BP) e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), declarados à Receita Federal do Brasil.

Observação aos itens "a", "b" e "c": os documentos comprobatórios dos bens móveis e ou imóveis, a serem oferecidos em garantia, como matrícula atualizada do imóvel, podem ser juntados no mesmo arquivo de um desses documentos acima.

3.2. Tributado pelo Lucro Presumido

a) Balanço Patrimonial (BP) e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE);

Observação: o BP e a DRE devem ser acompanhados de um dos documentos fiscais das alíneas "b" ou "c" ou "d" deste item 3.2., que comprovem o faturamento declarado na DRE ou publicados em jornais ou revistas de grande circulação, ou publicados e disponíveis na página da internet da CVM - Comissão de Valores Mobiliários ou da BOVESPA - Bolsa de Valores de São Paulo ou Auditados, com o parecer devidamente assinado pelos auditores independentes, sendo dispensada a assinatura para o caso de cadastro de instituição financeira (o BP e a DRE são obrigatórios quando o faturamento for maior que R$ 4.800.000,00).

b) Escrituração Contábil Fiscal - ECF (Exercícios a partir de 2014) ou

c) Escrituração Fiscal Digital – EFD ou;

Observação: a EFD deve vir acompanhada das contribuições dos Registros Fiscais - Consolidação das Operações por CST ou das contribuições dos Registros Fiscais - Consolidação das Operações por CST, alíquota e bloco (cujo envio a RFB é mensal).

d) Escrituração Contábil Digital - ECD.

Observação: a ECD se refere ao Balanço Patrimonial (BP) e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), declarados à Receita Federal do Brasil.

Observação aos itens "a", "b", "c" e "d": os documentos comprobatórios dos bens móveis e ou imóveis, a serem oferecidos em garantia, como matrícula atualizada do imóvel, podem ser juntados no mesmo arquivo de um desses documentos acima.

3.3. Tributado pelo Lucro Real

a) Balanço Patrimonial (BP) e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE);

Observação: o BP e a DRE devem ser acompanhados de um dos documentos fiscais das alíneas "b" ou "c" ou "d" deste item 3.3., que comprovem o faturamento declarado na DRE ou publicados em jornais ou revistas de grande circulação, ou publicados e disponíveis na página da internet da CVM - Comissão de Valores Mobiliários ou da BOVESPA - Bolsa de Valores de São Paulo ou Auditados, com o parecer devidamente assinado pelos auditores independentes, sendo dispensada a assinatura para o caso de cadastro de instituição financeira (o BP e a DRE são obrigatórios quando o faturamento for maior que R$ 4.800.000,00).

b) Escrituração Contábil Fiscal - ECF (Exercícios a partir de 2014) ou

c) Escrituração Fiscal Digital – EFD ou;

Observação: a EFD deve vir acompanhada das contribuições dos Registros Fiscais - Consolidação das Operações por CST ou das contribuições dos Registros Fiscais - Consolidação das Operações por CST, alíquota e bloco (cujo envio a RFB é mensal).

d) Escrituração Contábil Digital - ECD.

Observação: a ECD se refere ao Balanço Patrimonial (BP) e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), declarados à Receita Federal do Brasil.

e) Demonstrativo de Receitas Projetadas para empresa em implantação - Versão 07/2018

Observação: esse documento deve ser assinado apenas pelo representante legal da empresa e respectivo contador, com a indicação do número no Conselho Regional de Contabilidade (CRC).

Observação aos itens "a", "b", "c", "d" e "e": os documentos comprobatórios dos bens móveis e ou imóveis, a serem oferecidos em garantia, como matrícula atualizada do imóvel, podem ser juntados no mesmo arquivo de um desses documentos acima.

4. Comprovante de endereço

a) Faturas água e esgoto ou gás ou energia elétrica ou telefone fixo ou celular;

Observação: contas de concessionárias de serviços públicos, com vencimento de no máximo 180 dias antes da data da sua entrega ao Banco;

b) Declaração e Recibo de Rendimentos para fins do Imposto de Renda referente ao ano-calendário corrente;

Observação: quando a informação for inserida no sistema nos meses de janeiro a abril, poderá ser aceita a Declaração de Rendimentos do ano-calendário anterior.

c) Documentos constitutivos;

d) Comprovante de inscrição e o de situação cadastral do CNPJ.

Observação: emitido pela Secretaria da Receita Federal do Brasil e desde que apresente o lugar de sua sede.

Sociedade simples, sociedade limitada, sociedade limitada unipessoal, sociedade em nome coletivo ou sociedade em comandita simples

1. Documento constitutivo

a) O contrato social e todos os seus aditivos;

Observação: caso conste a consolidação do contrato social em algum de seus aditivos, apresentar o aditivo de consolidação e os aditivos posteriores à consolidação;

b) Regimento e/ou Regulamento do funcionamento da pessoa jurídica, se houver;

c) Ato de nomeação dos administradores;

Observação: quando esta nomeação não for feita pelo contrato social.

d) Documento de arrecadação de receitas federais - DARF;

e) Recibo de entrega à Receita Federal da Escrituração Contábil Fiscal - ECF;

Observação: acompanhado da página que consta o Registro 0010 - Parâmetros de Tributação.

f) Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais - DCTF;

Observação: pelo menos um dos documentos das alíneas "d", "e" e "f" são obrigatórios para comprovar a forma de tributação declarada pela empresa, que seja com base no LUCRO REAL ou LUCRO PRESUMIDO.

g) Certificado de participação no SIMPLES Nacional.

Observação: é válida a consulta eletrônica que comprove a situação da forma de tributação.

h) Documentação pertinente à cadeia de controle da pessoa jurídica.

Observação: caso a empresa possua outras empresas em sua composição societária, sendo necessário que sejam enviados os documentos constitutivos destas empresas até que chegue ao beneficiário final pessoa física ou uma pessoa jurídica de direito público ou uma pessoa jurídica caracterizada como sociedade anônima de capital aberto, sociedade cooperativa, associação, fundação privada ou partido político ou fundo de investimento.

2. Relação da quantidade de empregados (um dos documentos abaixo):

a) Relação Anual de Informações Sociais - RAIS;

b) Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social - GFIP;

c) Quantidade de empregados informados na Proposta de Cadastro em formulário impresso;

Observação: é dispensada quando a solicitação de cadastro for digital.

d) Declaração do cliente informando a quantidade de empregados da sua empresa;

e) Declaração da agência informando a quantidade de empregados da empresa do cliente.

Observação: é dispensada quando a solicitação de cadastro for digital.

3. Faturamento

3.1. Tributados pelo SIMPLES NACIONAL

a) Balanço Patrimonial (BP) e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE);

Observação: acompanhados de um dos documentos fiscais nas alíneas "b" e "c" deste item, que comprovem o faturamento declarado na DRE (o BP e a DRE são obrigatórios quando o faturamento for maior que R$ 4.800.000,00).

b) Documento gerado no PGDAS-D (Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional - Declaratório);

Observação: acompanhado do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil.

c) Escrituração Contábil Digital - ECD.

Observação: a ECD se refere ao Balanço Patrimonial (BP) e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), declarados à Receita Federal do Brasil.

Observação aos itens "a", "b" e "c": os documentos comprobatórios dos bens móveis e ou imóveis, a serem oferecidos em garantia, como matrícula atualizada do imóvel, podem ser juntados no mesmo arquivo de um desses documentos acima.

3.2. Tributados pelo Lucro Presumido

a) Balanço Patrimonial (BP) e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE);

Observação: o BP e a DRE devem ser acompanhados de um dos documento fiscais das alíneas "b" ou "c" ou "d" deste item, que comprovem o faturamento declarado na DRE ou Publicados em jornais ou revistas de grande circulação ou publicados e disponíveis na página da internet da CVM - Comissão de Valores Mobiliários ou da BOVESPA - Bolsa de Valores de São Paulo ou Auditados, com o parecer devidamente assinado pelos auditores independentes, sendo dispensada a assinatura para o caso de cadastro de instituição financeira (o BP e a DRE são obrigatórios quando o faturamento for maior que R$ 4.800.000,00).

b) Escrituração Contábil Fiscal - ECF (Exercícios a partir de 2014) ou

c) Escrituração Fiscal Digital – EFD ou;

Observação: a EFD deve vir acompanhada das contribuições dos Registros Fiscais - Consolidação das Operações por CST ou das contribuições dos Registros Fiscais - Consolidação das Operações por CST, alíquota e bloco (cujo envio a RFB é mensal).

d) Escrituração Contábil Digital - ECD.

Observação: a ECD se refere ao Balanço Patrimonial (BP) e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), declarados à Receita Federal do Brasil.

Observação aos itens "a", "b", "c" e "d": os documentos comprobatórios dos bens móveis e ou imóveis, a serem oferecidos em garantia, como matrícula atualizada do imóvel, podem ser juntados no mesmo arquivo de um desses documentos acima.

3.3. Tributados pelo Lucro Real

a) Balanço Patrimonial (BP) e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE);

Observação: o BP e a DRE devem ser acompanhados de um dos documentos fiscais das alíneas "b" ou "c" ou "d" deste item 3.3., que comprovem o faturamento declarado na DRE ou publicados em jornais ou revistas de grande circulação, ou publicados e disponíveis na página da internet da CVM - Comissão de Valores Mobiliários ou da BOVESPA - Bolsa de Valores de São Paulo ou Auditados, com o parecer devidamente assinado pelos auditores independentes, sendo dispensada a assinatura para o caso de cadastro de instituição financeira (o BP e a DRE são obrigatórios quando o faturamento for maior que R$ 4.800.000,00).

b) Escrituração Contábil Fiscal - ECF (Exercícios a partir de 2014) ou

c) Escrituração Fiscal Digital – EFD ou;

Observação: a EFD deve vir acompanhada das contribuições dos Registros Fiscais - Consolidação das Operações por CST ou das contribuições dos Registros Fiscais - Consolidação das Operações por CST, alíquota e bloco (cujo envio a RFB é mensal).

d) Escrituração Contábil Digital - ECD.

Observação: a ECD se refere ao Balanço Patrimonial (BP) e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), declarados à Receita Federal do Brasil.

e) Demonstrativo de Receitas Projetadas para empresa em implantação - Versão 07/2018

Observação: esse documento deve ser assinado apenas pelo representante legal da empresa e respectivo contador, com a indicação do número no Conselho Regional de Contabilidade (CRC).

Observação aos itens "a", "b", "c", "d" e "e": os documentos comprobatórios dos bens móveis e ou imóveis, a serem oferecidos em garantia, como matrícula atualizada do imóvel, podem ser juntados no mesmo arquivo de um desses documentos acima.

4. Comprovante de endereço

a) Faturas água e esgoto, gás, energia elétrica, telefone fixo ou celular;

Observação: contas de concessionárias de serviços públicos, com vencimento de no máximo 180 dias antes da data da sua entrega ao Banco;

b) Declaração e Recibo de Rendimentos para fins do Imposto de Renda referente ao ano-calendário corrente;

Observação: quando a informação for inserida no sistema nos meses de janeiro a abril, poderá ser aceita a Declaração de Rendimentos do ano-calendário anterior.

c) Documentos constitutivos;

d) Comprovante de inscrição e o de situação cadastral do CNPJ.

Observação: emitido pela Secretaria da Receita Federal do Brasil e desde que apresente o lugar de sua sede.


Cadastro PJ


Presencial

Se preferir abrir a sua conta corrente e o seu cadastro presencialmente na agência, também disponibilizamos os formulários.

 Acompanhe a abertura de sua conta ou cadastro.

Acompanhamento de Solicitação

 

  Pronto! Agora é só levar a documentação original na agência de sua escolha para conferência e liberação.

Quer saber a localização das nossas agências?
 


Importante!
 
O Banco do Nordeste poderá solicitar outros documentos, além dos relacionados acima, para conclusão da sua conta e de seu cadastro, para a realização de negócios.
 
Ao receber um e-mail do Banco sobre "pendências" de cadastro, solicitando anexar documentos, o cliente deve anexar todos os documentos novamente para aquele tipo de documento específico, pois os documentos enviados anteriormente são excluídos. Por exemplo, Documentos Constitutivos, Demonstrações Contábeis (Balanço Patrimonial e Demonstrativo do Resultado do Exercício, Faturamento etc.)
 
É obrigatório realizar o cadastro de todos sócios e titulares com participação superior a 10%, bem como dos representantes (mandatários) e procuradores. Para isso, basta acessar o cadastro de Pessoa Física acima.
 
"Se desejar apresentar os documentos comprobatórios dos bens móveis e ou imóveis a serem oferecidos em garantia, (como matrícula atualizada do imóvel), você pode juntar com outro documento da relação acima e anexar quando estiver preenchendo o formulário da aplicação do cadastro digital." (Esta opção não é obrigatória!)
 

Encerramento de Conta

Para solicitar o encerramento de conta corrente, preencha o Termo de Encerramento de Conta e envie-o para o e-mail relacionamento@bnb.gov.br. Se preferir, você também pode entregar o Termo presencialmente em uma agência.

Para mais informações, ligue 0800 728 3030.